quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Devolução à Natureza de 17 andorinhões


Entre 5 de Julho e 9 de Outubro de 2013 o CERVAS devolveu à Natureza 17 andorinhões, sendo 11 deles andorinhões-pretos (Apus apus) e 6 andorinhões-pálidos (Apus pallidus).


O número de ingressos de andorinhões (apodiformes) aumentou relativamente aos anos anteriores, o que poderá estar relacionado com um crescente conhecimento por parte da população da região Centro sobre o que fazer quando encontram animais selvagens feridos. O número de animais libertados correspondeu a 65,4% do total de ingressos vivos.


A causa de ingresso da maior parte dos andorinhões foi a queda do ninho, correspondendo a cerca de 80% dos casos. Nestas situações, como os animais não conseguem voar por não terem a plumagem desenvolvida, e por não se conseguirem alimentar de forma independente, a entrega imediata num centro de recuperação é a melhor opção, sempre que isso for possível.


Quando as crias de andorinhões apenas chegam a um centro de recuperação depois de ficarem em casa de particulares durante alguns dias, com um maneio e alimentação menos adequados, a recuperação torna-se mais difícil. 


O maneio realizado no CERVAS baseia-se na colocação das aves em vários grupos em função das idades e do estado de desenvolvimento da plumagem e é dada alimentação com tenébrios, complementada com outros alimentos nalgumas fases da recuperação, sendo as refeições dadas 4 a 6 vezes por dia, dependendo do estado e ganho de peso de cada indivíduo.


As devoluções à Natureza foram quase todas feitas num ponto alto de Gouveia, no jardim/miradouro do Paixotão, por aí existirem grandes colónias de ambas as espécies de andorinhões e as condições para libertar as aves serem excelentes.







As acções foram realizadas com diversos grupos de pessoas, como turistas, habitantes locais ou voluntários do CERVAS, envolvendo nalguns casos algumas entidades, e no total cerca de 130 pessoas puderam presenciar a libertação das 17 aves. 




video

Para mais informações sobre recuperação de andorinhões, consultar:

http://www.falciotnegre.com/
http://www.apusapus.net/
http://www.asapus.org/ 
http://www.chimneyswifts.org/

Sem comentários: