Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2018

22ª Edição do Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres decorreu na Universidade de Aveiro





Esta actividade permitiu a estudantes de Biologia, maioritariamente da UA, mas também de Enfermagem e Medicina Veterinária de outras universidades, conhecer o trabalho dos centros de recuperação de animais selvagens em Portugal, com destaque para o que é desenvolvido pelo CERVAS.



O programa dos primeiros dois dias consistiu em palestras sobre identificação de fauna selvagem, principios básicos e instalações necessárias para a recuperação de animais selvagens, captura e manipulação, exame físico, tendo sido também feita uma visita virtual (com videos) ao CERVAS, seguida de um breve debate sobre possibilidades futuras de colaboração com a UA.



O terceiro dia do evento foi totalmente prático e permitiu aos participantes treinar diversas técnicas em cadáveres de mais de 60 espécies diferentes de animais selvagens.



O CERVAS agradece à UA pela colaboração, em especial do Departamento de Biologia, na pessoa do Prof. António Luis, e está disponível e interessado em futuras acções em parceria.



Um agradecimento especial também aos alunos da Universidade de Aveiro, em especial à Marta Perez Mendes, pelo grande interesse e apoio na divulgação e dinamização do workshop. 


Workshop de Aves Invernantes da Serra da Estrela, 7ª edição


Nos dias 17 e 18 de Fevereiro de 2018 decorreu a 7ª edição do Workshop de Aves Invernantes da Serra da Estrela.




Esta actividade foi organizada pelo Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE), CERVAS / Associação ALDEIA e Aldeias de Montanha e contou com a participanção de participantes oriundos de várias partes de Portugal e Espanha.




Durante o primeiro dia foram realizadas saídas de campo em zonas agrícolas e próximas de linhas de água de Seia e Gouveia, nomeadamente na Baixa do Rio Seia, Aeródromo de Pinhanços, Rio Torto e Lagoas de Arcozelo.





No final do dia decorreram palestras no CISE sobre as Aves Invernantes e os melhores locais para as observar na Serra da Estrela e sobre as migrações e as adaptações das aves ao frio.





O segundo dia começou com uma sessão demonstrativa de captura e anilhagem de aves no espaço do CERVAS dinamizada pelo Prof. António Luis do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro.





Foram capturadas 6 passeriformes de diferentes espécies que foram identificados, anilhados e devolvidos à Natureza pelos participantes no workshop no mesmo local onde foram capturados.





É de destacar que uma das aves, um melro-preto (Turdus merula) adulto já tinha sido anilhado no CERVAS em 2014.





Depois de uma breve apresentação do trabalho do CERVAS as actividades de campo continuaram e foram visitados vários locais em Gouveia (Ribeira), Seia (Torre), Covilhã (Quinta do Tapado e Quinta Branca) e Manteigas (São Gabriel).




No total foram registadas 71 espécies, sendo de destacar as que invernam na região como a narceja (Gallinago gallinago), abibe (Vanellus vanellus), petinha-ribeirinha (Anthus spinoletta) ou o milhafre-real (Milvus milvus).





O CERVAS dinamizou acção sobre animais selvagens de Portugal no Externato Menino Jesus em Coimbra


No dia 15 de Fevereiro de 2018 o CERVAS dinamizou uma acção de Educação Ambiental dedicada aos Animais Selvagens de Portugal no Externato Menino Jesus em Coimbra.



Esta actividade foi realizada a convite de pais e professores desta escola e teve como objectivos divulgar a fauna selvagem autóctone junto das crianças e dar a conhecer o trabalho do CERVAS.



O CERVAS agradece o convite e dará continuidade a esta actividade no final do ano lectivo com a devolução à Natureza de um animal apadrinhado pelas crianças e pais.



O CERVAS dinamizou seminário sobre recuperação de fauna selvagem para estudantes de Enfermagem Veterinária em Ponte de Lima


No dia 14 de Fevereiro de 2018 o CERVAS dinamizou um seminário sobre recuperação de fauna selvagem autóctone organizado pela Escola Superior Agrária de Ponte Lima (ESAPL) / Instituto Politécnico de Viana do Castelo.



Tal como tinha acontecido em 2012 esta actividade foi organizada para estudantes de Enfermagem Veterinária, que assim ficaram também a conhecer um pouco melhor algumas das linhas de trabalho do CERVAS.



O CERVAS agradece o convite e o interesse dos professores e estudantes da ESAPL e está disponível para futuras acções em parceria.