Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2016

O CERVAS participu no Encontro Nacional de Estudantes de Biologia em Coimbra


No dia 21 de Março de 2016 o CERVAS participou no XIX Encontro Nacional de Estudantes de Biologia (ENEB) que decorreu em Coimbra.



Durante a manhã decorreu uma Feira de Emprego no Instituto Botânico, durante a qual o CERVAS apresentou o seu trabalho, algumas das espécies que ingressam mais frequentemente no centro e respectivas ameaças.



Durante a tarde decorreu um workshop de iniciação à recuperação de animais selvagens, que teve como objectivo divulgar esta área de trabalho junto dos estudantes de biologia.



Durante cerca de duas horas os 25 estudantes inscritos ficaram a conhecer o trabalho do CERVAS e do RIAS e tiveram um primeiro contacto com algumas espécies selvagens autóctones, situações que ocorrem nos centros de recuperação e técnicas básicas utilizadas.



O CERVAS agradece à Associação Nacional de Estudantes de Biologia pelo convite e está disponível para futuras acções em parceria que contribuam para uma cada vez maior formação dos biólogia na área da recuperação de animais selvagens em Portugal.

Devolução à Natureza de 2 corujas-do-mato em Castelo Viegas, Coimbra


No dia 21 de Março de 2016 foram devolvidas à Natureza 2 corujas-do-mato (Strix aluco) em Castelo Viegas, Coimbra.


Ambas as aves tinham sido encontradas no sótão de uma casa, onde provavelmente já estariam há vários dias, sem possibilidade de saída.


Estas aves foram encaminhadas para o CERVAS através do SEPNA/GNR de Coimbra e ICNF / polo de recepção de animais selvagens da Mata Nacional do Choupal, depois de terem sido detectadas pelos proprietários da casa, que de imediato entraram em contacto com o centro.


Ambas as aves estavam em má condição física provavelmente devido a terem estado vários dias sem alimento e o processo de recuperação consistiu em alimentação, treino de voo e caça sempre em contacto com outras corujas-do-mato.


A devolução à Natureza decorreu numa zona agrícola próxima de áreas florestais, a poucos metros da casa onde tinham sido encontradas, na presença da família que apadrinhou a sua recuperação, agentes do SEPNA/GNR de Coimbra, técnicos da Living Place e outros particulares.

O CERVAS participou na Semana da Floresta em Gouveia


Entre 15 e 18 de Março de 2016 o CERVAS participou na Semana da Floresta em Gouveia.



Tal como nos anos anteriores as diversas actividades foram coordenadas pelo Município de Gouveia, em parceria com diversas entidades locais, e o público-alvo foi a comunidade escolar do concelho.



No dia 14 o CERVAS participou nas acções que tiveram lugar na Escola Básica de São Paio durante a manhã e na Fundação A Nossa Casa durante a tarde, ambas em colaboração com os técnicos do Município de Gouveia.



No dia seguinte, agora também com a colaboração dos Bombeiros Voluntários de Gouveia, foram realizadas acções na Escola Básica de Moimenta da Serra.



No dia 17 as acções foram realizadas com o Jardim de Infância e Escola Básica de Paços da Serra, com a colaboração da Guarda Nacional Republicana.



Finalmente, no dia 18 as acções decorreram na Escola Básica de Gouveia, onde, tal como em todas as outras sessões o CERVAS apresentou a história infantil "A Floresta Barulhenta", foram plantados medronheiros e realizou-se sementeira de carvalhos, bétulas e freixos.


O CERVAS agradece o convite para participação no evento e continua disponível para futuras acções que contribuam para a Educação Ambiental das crianças de Gouveia.


Devolução à Natureza de um gavião em Touça, Vila Nova de Foz Côa


No dia 12 de Março de 2016 foi devolvido à Natureza um gavião (Accipiter nisus) em Touça, Vila Nova de Foz Côa.



Esta ave tinha sido encontrada por uma família de pastores após ter sido ferida com um tiro em Janeiro de 2016 e de imediato encaminhada para o CERVAS através do SEPNA/GNR de Pinhel.


No momento do ingresso no centro verificou-se que o gavião tinha uma fractura no metacarpo de uma das asas devido ao tiro.


O processo de recuperação consistiu em limpeza da ferida e imobilização da asa afectada, e posteriormente treino de voo e musculação em contacto com outra ave da mesma espécie, também devolvida à Natureza no dia anterior.



A devolução à Natureza teve lugar no mesmo local onde a ave tinha sido encontrada numa zona agrícola junto a áreas florestais.



Devolução à Natureza de um gavião com a Quinta das Cegonhas


No dia 11 de Março de 2016 o CERVAS recebeu a visita de cerca de 40 pessoas numa actividade promovida pela Quinta das Cegonhas.


Os visitantes, oriundos maioritariamente da Holanda mas também da Bélgica, tiveram oportunidade de conhecer de perto as instalações do CERVAS e algumas das linhas de trabalho que o centro desenvolve.



No final da visita foi devolvido à Natureza um gavião (Accipiter nisus) que tinha ingressado no CERVAS no início de Fevereiro após colisão contra uma estrutura.



Esta pequena ave de rapina apresentava sintomatologia neurológica e uma lesão numa das asas resultantes do embate. O processo de recuperação consistiu em terapia de suporte, imobilização do membro afectado e de seguida treino de voo e socialização com outra ave da mesma espécie.



A devolução à Natureza foi realizada numa zona florestal próxima de áreas agrícolas, onde a espécie é observada com regularidade, principalmente nos meses de Outono e Inverno.


O CERVAS agradece mais uma vez à Quinta das Cegonhas e também aos visitantes estrangeiros pelo grande interesse e entusiasmo demonstrado e pelo apoio ao trabalho do centro.

O CERVAS e o RIAS participaram no IV AEICBAS Biomedical Congress






O evento teve lugar nos dias 4, 5 e 6 de Março de 2016, no Porto, e os veterinários do RIAS e do CERVAS participaram com um workshop intitulado "Forensic Veterinary Medicine applied to the conservation of wild birds - legal and medical aspects" e uma palestra intitulada "Recovery of Wild Animals in Portugal - causes, cases and actions".


Cerca de 30 estudantes de Medicina Veterinária assistiram a estas sessões onde para além da base teórica foram apresentados vários casos práticos.


O RIAS e o CERVAS agradecem o convite e estão disponívels para futuras acções em parceria com a AEICBAS que contribuam para a formação dos médicos veterinários na área da conservação da fauna selvagem autóctone.

Campanha de apadrinhamentos: Dia do Pai!


Porque a intenção conta e a acção importa! Oferece o apadrinhamento de um animal selvagem em recuperação no CERVAS ao melhor pai do mundo e colabora na recuperação de animais selvagens!

O padrinho de um animal em recuperação no CERVAS receberá um certificado de apadrinhamento, (especial Dia do Pai), um postal alusivo ao dia e uma fotografia do animal apadrinhado, bem como um boletim informativo a respeito da espécie. O padrinho poderá solicitar dados e fotos do animal sempre que desejar, acompanhando desta forma o processo de recuperação do animal apadrinhado.
Fica ainda a possibilidade, (se for possível no final do processo de recuperação), de toda a família participar na devolução à natureza do animal apadrinhado!
A visita ao CERVAS para toda a família também será possível quando solicitada atempadamente e adequadamente combinada com os respectivos técnicos e colaboradores do CERVAS.
O contacto do padrinho será inserido na lista de divulgação do CERVAS para que possa obter informações sobre as próximas actividades em que poderá participar, tornando-se, desta forma, um membro activo na dinamização da recuperação de animais selvagens em Portugal.

Neste momento, os animais selvagens em recuperação no CERVAS, que podem ser apadrinhados, são os seguintes:

Com uma contribuição mínima de 15€ cada:

Águia-de-asa-redonda (Buteo buteo)
Peneireiro-vulgar (Falco tinnunculus)
Milhafre-preto (Milvus migrans)
Tartaranhão-ruivo-dos-pauis (Circus aeruginosus)
Águia-calçada (Aquila pennata)
Mocho-de-orelhas (Otus scops)
Mocho-galego (Athene noctua)
Coruja-das-torres (Tyto alba)
Coruja-do-mato (Strix aluco)
Gralha-preta (Corvus corone)
Melro (Turdus merula)
Pintassilgo (Carduelis carduelis)

Com uma contribuição mínima de 25€ cada:

Águia-cobreira (Circaetus gallicus)
Milhafre-real (Milvus milvus)


Nota: os valores indicados referem-se a apadrinhamento individual/particular. Caso pretenda ceder apoios através de uma instituição / empresa, os valores mínimos serão de 250€ para qualquer espécie indicada anteriormente (podendo ser deduzidos no IRS ao abrigo da lei do mecenato ambiental).

Modos de pagamento:

- CHEQUE: Em nome de Associação ALDEIA enviado juntamente com a ficha de apadrinhamento para:

ALDEIA/CERVAS. Apartado 126. 6290-909 Gouveia

- TRANSFERÊNCIA*:

IBAN:  PT 50003503540003190733089 CGDIPTPL (Caixa Geral de Depósitos de Gouveia)
*Enviar comprovativo de transferência por correio para a morada acima indicada ou por correio electrónico para cervas.pnse@gmail.com

Para qualquer informação adicional contactar:
CERVAS: 919457984/918240290 ou cervas.pnse@gmail.com

O CERVAS participou no Dia Mundial da Vida Selvagem em Boticas


No dia 3 de Março de 2016 o CERVAS participou nas comemorações do Dia Mundial da Vida Selvagem em Boticas.



Esta actividade foi dinamizada pelo Boticas Parque - Natureza e Biodiversidade e Associação Celtiberus e contou com a presença de cerca de uma centena de alunos e professores de instituições de ensino do concelho de Boticas.



A primeira parte da acção consistiu na apresentação de palestras sobre o Boticas Parque e o CERVAS, e de seguida teve lugar uma oficina sobre animais selvagens.



Desta forma foi possível sensibilizar os participantes para a importância da vida selvagem, com destaque para a fauna da região.


No final foi devolvida à Natureza uma águia-d´asa-redonda (Buteo buteo) que tinha estado em recuperação no CERVAS após ter sofrido uma colisão contra uma estrutura.


O CERVAS agradece ao Boticas Parque e à Associação Celtiberus pelo convite e está disponível para futuras acções em parceria que continuem a contribuir para a divulgação da importância da vida selvagem portuguesa.