Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2017

Devolução à Natureza de 1 cágado-mediterrânico em Gouveia


No dia 30 de Setembro de 2017 foi devolvido à Natureza um cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa) no rio Mondego, em Arcozelo, Gouveia.



Este animal tinha sido encontrado numa estrada e foi recolhido por particulares que o encaminharam para o CERVAS onde se verificou que não apresentava lesões e por isso o processo de recuperação consistiu apenas em alimentação durante um período de avaliação do estado do cágado e do seu comportamento.



A devolução à Natureza decorreu num local onde a espécie é comum, durante uma actividade de observação de aves organizada no âmbito do Fim de Semana Europeu de Observação de Aves.



Devolução à Natureza de 1 flamingo na Figueira da Foz


No dia 28 de Setembro de 2017 foi devolvido à Natureza um flamingo (Phoenicopterus roseus) na ilha da Morraceira, Figueira da Foz.



Esta ave tinha sido encontrada na ria de Aveiro, na Murtosa, com vários ferimentos no corpo provocados por ataque de cães, tendo sido encaminhada para o Centro de Reabilitação de Animais Marinhos (CRAM / Ecomare), que por sua vez o enviou para o CERVAS com o apoio de vigilantes da Natureza da Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto / Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).



O processo de recuperação demorou cerca de 1 mês e consistiu em tratamento das feridas (limpeza e antibioterapia), repouso, alimentação (maioritariamente forçada, por sonda) até o flamingo estar preparado para o regresso à Natureza.



A devolução à Natureza decorreu num local adequado à espécie e onde foi possível integrar de imediato e de forma tranquila o flamingo recuperado num grupo de outros indivíduos.




O CERVAS agradece aos técnicos do CRAM e do ICNF que prestaram os primeiros cuidados ao flamingo e o transportaram para o centro de forma rápida e eficaz, o que contribuiu de forma decisiva para a recuperação da ave e ainda ao Paulo Tenreiro e Luis Silva pelas sugestões de local de devolução à Natureza.



Devolução à Natureza de 1 coruja-das-torres em Folgosinho, Gouveia.


No dia 23 de Setembro de 2017 foi devolvida à Natureza uma coruja-das-torres (Tyto alba) em Folgosinho, Gouveia.



Esta ave de rapina nocturna tinha ingressado no CERVAS após ter sido encontrada na berma da estrada, possivelmente após atropelamento e apresentava descoordenação motora. O processo de recuperaçao consistiu em estabilização, alimentação, treino de voo e caça em contacto com outras corujas-das-torres de diferentes idades.



A devolução à Natureza decorreu num local próximo de zonas agrícolas e florestais, adequado à espécie, durante o casamento da Ana e do Pedro, a quem o CERVAS deseja muitas felicidades e agradece o apoio ao CERVAS e oportunidade de divulgação do seu trabalho.



Devolução à Natureza de 1 mocho-galego em Fornos de Algodres


No dia 23 de Setembro de 2017 foi devolvido à Natureza um mocho-galego (Athene noctua) em Fornos de Algodres.



Esta ave tinha sido recolhida quando era uma pequena cria e encaminhada para o CERVAS através do SEPNA/GNR de Gouveia e o processo de recuperação consistiu em alimentação, treino de voo, caça e socialização em permanente contacto com outras aves da mesma espécie, de diferentes idades. 



A devolução à Natureza decorreu num local próximo de áreas agrícolas, num habitat adequado à espécie, durante o casamento da Ana e do Hugo, a quem o CERVAS deseja as maiores felicidades!


O CERVAS agradece o convite e o apadrinhamento da ave a todas as pessoas envolvidas na "surpresa" e consequente acção de sensibilização e divulgação do trabalho do centro.


Devolução à Natureza de 1 mocho-galego em Viseu


No dia 22 de Setembro de 2017 foi devolvido à Natureza um mocho-galego (Athene noctua) em Orgens, Viseu.



Esta ave tinha sido encontrada na berma da estrada por particulares que a encaminharam para o CERVAS através do SEPNA/GNR de Viseu.



A ave apresentava ligeira descoordenação motora e uma lesão ocular e o processo de recuperação consistiu em tratamento da lesão, alimentação, treino de voo e caça em contacto com outros mochos-galegos de diferentes idades. A devolução à Natureza foi feita pelas pessoas que recolheram o mocho, num local próximo de onde tinha sido encontrado.




Devolução à Natureza de 1 gralha-preta em Gouveia


No dia 21 de Setembro de 2017 foi devolvida à Natureza uma gralha-preta (Corvus corone) em Gouveia.



Esta ave tinha sido encontrada por particulares, com uma fractura numa das asas, tendo sido posteriormente encaminhada para o CERVAS.

 

Durante o período de permanência no centro a gralha-preta esteve em permanente contacto com outras aves necrófagas para socialização e treino de voo. A devolução à Natureza foi feita pelas pessoas que a resgataram, num local onde a espécie ocorre regularmente.



Devolução à Natureza de 2 ouriços-cacheiros em Moimenta da Serra, Gouveia.


No dia 16 de Setembro de 2017 foram devolvidos à Natureza dois ouriços-cacheiros (Erinaceus europaeus)




Estes dois animais ingressaram no CERVAS no início do Verão através do SEPNA/GNR de Mangualde após terem sido recolhidos por particulares quando ainda eram pequenas crias.



O processo de recuperação durou vários meses e consistiu em alimentação, cuja apresentação e composição foi variando ao longo do crescimento dos ouriços, até atingirem dimensões e condições físicas ideais para serem devolvidos à Natureza.




A devolução à Natureza decorreu ao final da tarde numa zona agrícola onde a espécie está presente, onde nesta época do ano abunda o alimento no chão, nomeadamente fruta, e não há demasiada perturbação.