Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2014

Devolução à Natureza de 1 mocho-galego em Santa Marinha, Seia.


No dia 27 de Junho de 2014 foi devolvido à Natureza um mocho-galego (Athene noctua) em Eirô, Santa Marinha, no concelho de Seia.



Esta ave tinha sido encontrada debilitada no meio da estrada por particulares que a encaminharam de imediato para o CERVAS.


Como o mocho não apresentava lesões graves, o processo de recuperação foi curto (cerca de uma semana) e passou por estabilização, alimentação e treino de voo em conjunto com outras aves da mesma espécie.


A devolução à Natureza foi realizada ao final da tarde num local próximo de onde a ave tinha sido encontrada na presença das pessoas que a encontraram e outros habitantes locais.



Curso de Identificação, Biologia e Conservação de Aves de Rapina, 7ª edição


Entre 20 e 22 de Junho de 2014 decorreu a 7ª edição do Curso de Identificação, Biologia e Conservação de Aves de Rapina em Figueira de Castelo Rodrigo.


Esta actividade foi organizada pela Associação Transumância e Natureza (ATN) em parceria com a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, o ICNF / Parque Natural do Douro Internacional, o Município de Figueira de Castelo Rodrigo e o CERVAS.



Tal como nas edições anteriores o programa consistiu em saídas de campo, incluindo visita à Reserva da Faia Brava, e diversas palestras sobre identificação e conservação de aves de rapina.


O CERVAS apresentou uma comunicação oral no módulo sobre "Ameaças e Soluções na Conservação das Aves de Rapina", com o tema "Abate Ilegal e Veneno".



Devolução à Natureza de 1 águia-d´asa-redonda com o Jardim de Infância de Santa Luzia


No dia 20 de Junho de 2014 o CERVAS recebeu a visita das crianças e educadoras do Jardim de Infância de Santa Luzia, Guarda.


Tal como habitualmente o grupo foi dividido de forma a que pudesse ser realizada a visita às diferentes instalações do centro, em simultâneo com uma visita ao Parque Ecológico de Gouveia.


Durante a actividade foram apresentados alguns dos principais grupos de animais selvagens de espécies autóctones que ingressam no CERVAS e os seus principais problemas de conservação.


Uma das problemáticas mais abordadas foi a do cativeiro ilegal de espécies protegidas, pelo facto de ser um dos temas que desperta mais interesse tanto aos mais pequenos como às educadoras.


No final da visita foi devolvida à Natureza uma águia-d´asa-redonda (Buteo buteo) que tinha ingressado durante o ano de 2013 precisamente após ter sido resgatada pelo SEPNA/GNR a um particular que a mantinha em cativeiro ilegal.


O processo de recuperação foi bastante longo principalmente devido ao facto de todas as penas de voo (das asas e cauda) terem sido cortadas intencionalmente pela pessoa que tinha a ave.


Por isso foi necessário permitir que o processo de muda fosse realizado, em simultâneo com o período de socialização e treino de voo em contacto com outras aves de rapina.


O CERVAS agradece o interesse do Jardim de Infância de Santa Luzia e está disponível para futuras acções que contribuam para a educação ambiental dos alunos e educadoras.



CERVAS participou nas Jornadas de Biologia do Parque Arqueológico do Vale do Terva


Nos dias 14 e 15 de Junho de 2014 decorreram as Jornadas de Biologia no Centro de Interpretação do Parque Arqueológico do Vale do Terva (PAVT) em Bobadela, Boticas.


O CERVAS participou com uma apresentação oral sobre a problemática do controlo de predadores em Portugal, tendo sido abordados os aspectos legais e algumas consequências dos métodos utilizados.


Durante o evento decorreram outras sessões teóricas, sobre diversos temas, desde os resultados do projecto do PAVT até à gestão de áreas protegidas privadas, conservação de bosques e lameiros ou de charcos e respectiva biodiversidade associada.


Outra componente do programa foram as saídas de campo sobre fauna e flora da região, através de visitas a alguns pontos de interesse do concelho.



O CERVAS agradece o convite, felicita os responsáveis pela dinamização do projecto do PAVT, em especial à Célia Gomes, e está disponível para futuras acções de colaboração.



Workshop de Observação de Aves em Celorico da Beira


No dia 14 de Junho de 2014 decorreu em Celorico da Beira um workshop sobre observação de aves.


Esta actividade foi organizada pela Câmara Municipal de Celorico da Beira em parceria com o CERVAS, com o objectivo de conhecer melhor e divulgar a avifauna do concelho.


Foi realizado um percurso circular com cerca de 12 km durante todo o dia, com pausa nas horas de mais calor, passando por diversos habitats característicos da região.


No total foi possível registar 58 espécies de aves, sendo de destacar o melro-azul (Monticola solitarius) dentro do espaço urbano, logo no início da actividade, e o maçarico-das-rochas (Actitis hypoleucos) junto ao rio Mondego.


A primeira parte da actividade decorreu entre Celorico da Beira e Ratoeira, local onde decorreu o almoço, nas instalações da Associação de Caça local, a quem agradecemos a hospitalidade.


Após o almoço, junto à praia fluvial de Ratoeira, foi realizada uma palestra sobre iniciação à observação de aves, antes de ser retomado o percurso de regresso à vila.


O CERVAS agradece o interesse do Município de Celorico da Beira no tema da avifauna e continua disponível para a realização de futuras acções que contribuam para a promoção deste importante valor natural do concelho.

Devolução à Natureza de um corvo com a Escola Básica da Ponte das 3 Entradas


No dia 12 de Junho de 2014 o CERVAS recebeu a visita de alunos e professores da Escola Básica Integrada da Ponte das 3 Entradas, Oliveira do Hospital, com quem já tinha sido realizada uma actividade em Dezembro de 2013.


Após terem visitado as instalações do CERVAS e de terem recebido informação sobre as espécies com que o centro trabalha e quais as principais causas de ingresso, os visitantes puderam assistir à devolução à Natureza de um corvo (Corvus corax).


Esta ave tinha sido apreendida pelo SEPNA/GNR a um particular que a mantinha em cativeiro ilegal conjuntamente com outras aves, desde corvídeos a melros e patos.


A ave não apresentava lesões físicas e a plumagem estava em excelente estado, mas foi necessário proceder à avaliação do comportamento e realizar treinos de voo e musculação para preparar o corvo para o regresso à Natureza.


A libertação foi realizada num local com condições para a espécie, onde se observam corvos com regularidade, de forma a garantir o máximo de probabilidade de êxito no regresso do animal à vida selvagem.


O CERVAS agradece aos professores e alunos da escola, em especial à Prof. Laura Costa, pelo interesse e pelo apoio ao trabalho do centro.



Observação de Aves com o Agrupamento de Escolas de Almeida


No dia 10 de Junho de 2014 o CERVAS colaborou com o Agrupamento de Escolas de Almeida através da realização de saídas de campo para observação de aves.


Estas actividades dirigidas principalmente aos alunos, mas também aos professores, das escolas de Almeida e Vilar Formoso foram integradas no programa de actividades de mais um "acampamento selvagem" que decorreu em Freineda entre 9 e 11 de Junho.


Durante as 3 saídas, com a duração de cerca de 45 minutos cada uma, realizadas com os diferentes grupos, foi possível registar 23 espécies de aves, que permitiram despertar o interesse dos cerca de 60 participantes nesta temática.


O CERVAS agradece o convite, felicita o Agrupamento de Escolas de Almeida pela excelente iniciativa, e continua disponível para futuras actividades em parceria.


Devolução à Natureza de 1 águia-d´asa-redonda no Parque Biológico de Lamego


No dia 6 de Junho de 2014 foi devolvida uma águia-d´asa-redonda (Buteo buteo) no Parque Biológico da Serra das Meadas, em Lamego.


Esta acção foi promovida pelo CERVAS, a convite do Parque, e estava integrada no programa da Semana do Ambiente.


A primeira parte da acção consistiu numa breve palestra de apresentação do CERVAS e da história da recuperação da águia-d´asa-redonda, tendo sido também possível informar as cerca de 600 pessoas presentes sobre os procedimentos que devem fazer quando encontram um animal selvagem ferido.


O CERVAS agradece o convite e está disponível e interessado em colaborar em acções de educação ambiental em parceria com o Parque Biológico de Lamego no futuro.


CERVAS participou no Dia Eco-Escolas em Gouveia


No dia 5 de Junho de 2014 o CERVAS participou no dia Eco-Escolas, em Gouveia, que coincidiu com o Dia do Ambiente.


O Programa Eco-Escolas é um projeto a nível internacional que tem como objetivo promover a educação ambiental, a sustentabilidade e a cidadania nas escolas.


Este programa é aplicado em Gouveia por diversas escolas do concelho que contam com várias instituições parceiras, entre as quais o CERVAS.


Durante o evento o CERVAS dinamizou um espaço de educação ambiental e divulgação da fauna selvagem autóctone que foi visitado pelos alunos das diferentes escolas.


Um dos temas abordados foi a problemática das espécies invasoras, com destaque para o projecto "os cágados vão à escola", que tem vindo a ser desenvolvido mas que será também uma das propostas para o programa eco-escolas em Gouveia no próximo ano lectivo.


O CERVAS agradece à organização pelo convite e oportunidade de contacto com crianças e professores, e mantém a disponibilidade para futuras acções em parceria.