Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2013

Saídas de campo de identificação de cogumelos silvestres em Gouveia


A Associação ALDEIA / CERVAS dinamizou saídas de campo para identificação de cogumelos silvestres em Gouveia a 29 de Setembro, 13 de Outubro e 24 de Novembro de 2013, a última das quais em parceria com a ViVaVentura.



Estas actividades tiveram como objectivo promover os cogumelos silvestres da região da Serra da Estrela e contribuir para que mais pessoas se dediquem à sua observação e identificação.



Todas as actividades decorreram durante o Outono, em meses diferentes e tentando percorrer vários habitats, de forma a conseguir detectar o maior número de espécies possível.



No total foi possível chegar à identificação de 102 espécies, havendo ainda muitos exemplares em relação aos quais ainda só foi possível identificar o género.



Na actividade de 24 de Novembro a parte final da saída dedicada à identificação e exposição dos exemplares recolhidos foi realizada no Centro de Educação Ambiental de Folgosinho.



O objectivo foi contribuir para a dinamização deste espaço com grande potencial para actividades relacionadas com cogumelos silvestres na Serra da Estrela, tendo em conta a sua localização geográfica e integração no meio florestal envolvente.



Futuramente continuarão a ser desenvolvidas actividades que contribuam para um maior conhecimento e protecção dos recursos micológicos da região da Serra da Estrela.


Campanha de Apadrinhamento de Natal 2013


Neste Natal ofereça um presente diferente:
Apadrinhe um animal selvagem em recuperação!

Esta Campanha de Natal conjunta entre o RIAS (Olhão) e o CERVAS (Gouveia) pretende ser um meio de angariação de fundos para a manutenção e gestão dos dois centros de recuperação de fauna selvagem, geridos pela Associação ALDEIA desde 2009, em parceria com o ICNF e a ANA – Aeroportos de Portugal. Visa também ser uma forma de divulgação e aproximação da população em geral ao trabalho desenvolvido por estes centros de recuperação de fauna selvagem.

Toda a informação disponível em: 

Colabore com o CERVAS e com o RIAS participando nesta campanha ou contribuindo para a sua divulgação, encaminhando esta informação.

Contactos :
rias.aldeia@gmail.com / Tel: 927659313

Devolução à Natureza de 1 açor no Dia da Floresta Autóctone em Manteigas


No dia 22 de Novembro de 2013 foi devolvido à Natureza um açor (Accipiter gentilis) em Manteigas, durante a comemoração do Dia da Floresta Autóctone.


À semelhança de anos anteriores, o CERVAS participou nesta actividade organizada pelo Município de Manteigas, no âmbito do projecto Eco-Escolas.


Foram desenvolvidas várias actividades durante a manhã, desde caminhada para identificação de flora e cogumelos, apanha de bolota e castanha para sementeira, entre outras acções.


O açor tinha ingressado no CERVAS no início da Primavera de 2013 após ter sido encontrado ao lado de uma estrada, com as penas totalmente cortadas, provavelmente após ter estado numa situação de cativeiro ilegal.


Durante a estadia no CERVAS a ave foi renovando a plumagem, sempre em contacto com outras aves de rapina diurnas, para socialização e treino de voo.


A devolução à Natureza foi realizada junto a um rio, com uma boa mancha florestal nas proximidades, maioritariamente com castanheiros e carvalhos, um excelente habitat para a espécie.


Workshop de primeiros socorros a aves selvagens em Povoação, S. Miguel, Açores.


Nos dias 16 e 17 de Novembro de 2013 a Associação ALDEIA / CERVAS dinamizou um workshop prático de primeiros socorros a aves selvagens na vila de Povoação, na ilha de S. Miguel, Açores.



À semelhança do evento realizado nos dias anteriores em Ponta Delgada, a organização esteve a cargo da SPEA - Açores e os objectivos foram semelhantes, mas desta vez os participantes eram técnicos dos projectos da SPEA, de empresas locais ou particulares com interesse na área (reportagem no Telejornal - Açores - aos 12 min aqui).



Após um primeiro dia de trabalho que consistiu em diversas apresentações teóricas sobre recuperação de aves selvagens o segundo dia foi prático e dedicado ao treino de diferentes técnicas de captura, contenção, imobilização de membros, administração de fluidos, entre outros procedimentos que podem ser úteis quando se pretende dar primeiros cuidados a aves feridas.



O CERVAS agradece à SPEA a possibilidade de realizar os cursos nos Açores e também felicita a associação por todo o excelente trabalho que tem desenvolvido no arquipélago, nomeadamente no âmbito da conservação do priolo (Pyrrhula murina) em S. Miguel, sem esquecer todo o restante trabalho com outras espécies.



Workshop de primeiros socorros a aves selvagens em Ponta Delgada, Açores


Nos dias 14 e 15 de Novembro de 2013 a Associação ALDEIA / CERVAS dinamizou um workshop de primeiros socorros a aves selvagens em Ponta Delgada, Açores.



Esta actividade foi organizada pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) - Açores, e foi dirigida a agentes do SEPNA/GNR, Vigilantes da Natureza, técnicos florestais e ambientais, investigadores universitários e representantes de várias entidades do arquipélago.



O curso teve um dia de componentes teóricas relacionadas com diversos aspectos da recuperação de aves selvagens, desde instalações a casos clínicos, e outro totalmente prático, recorrendo a cadáveres de diversas espécies de aves existentes nos Açores para treino de diferentes técnicas.



O objectivo do evento foi capacitar os técnicos envolvidos na formação com os conhecimentos necessários para realizar uma primeira avaliação às aves selvagens recolhidas feridas e realização de procedimentos de emergência que possam ser necessários e úteis.



A situação actual apresenta algumas dificuldades, pela limitação em termos de estruturas que permitam realizar a recuperação de aves nos Açores, pois existem muitas situações em que são encontrados animais feridos, como por exemplo durante as campanhas SOS Cagarro, mas não só.



Apesar do CERVAS ter que lidar com uma realidade diferente da dos Açores espera-se que a formação tenha sido útil para ajudar a resolver situações que ocorram a curto prazo e que tenha contribuído com um novo impulso para eventuais esforços que se venham a desenvolver para a criação de espaços que permitam a recuperação de aves feridas e debilitadas, caso as entidades responsáveis o considerem necessário.



O excelente projecto de cooperação que já decorre há vários anos direccionado para a recolha de cagarros (Calonectris diomedea borealis) e outras aves marinhas pode ser uma referência e uma base a aplicar em eventuais futuros projectos que possam desenvolver-se para a recolha e recuperação de outras espécies de aves nos Açores, complementados com acções de investigação e educação ambiental, a partir de um, ou vários, centros.



O CERVAS agradece à SPEA pelo convite e por toda a colaboração durante o evento, e está disponível para futuras acções.

Devolução à Natureza de uma coruja-das-torres em Mealhada


No dia 12 de Novembro de 2013 foi devolvida à Natureza uma coruja-das-torres (Tyto alba) em Mealhada.


Esta ave tinha sido encontrada no Verão de 2012 na berma de uma estrada, após ter sido atropelada. As pessoas que a recolheram encaminharam-na para o CERVAS através do SEPNA/GNR de Anadia e Reserva Natural do Paul da Arzila.


O processo de recuperação foi longo e consistiu no tratamento das fracturas e lesões oculares, renovação da plumagem e posteriormente treino de voo e caça em conjunto com outras corujas-das-torres.


A libertação foi realizada num local próximo de onde a coruja tinha sido encontrada, junto a zonas campos agrícolas e zonas florestais.

Devolução à Natureza de uma coruja-do-mato em Coimbra


No dia 12 de Novembro de 2013 foi devolvida à Natureza uma coruja-do-mato (Strix aluco) na Escola Superior Agrária (ESA) de Coimbra.


Esta ave tinha sido encontrada após queda precoce do ninho, quando ainda era uma pequena cria, e entregue pelas pessoas que a recolheram ao SEPNA/GNR de Coimbra, que por sua vez a encaminhou para o polo de recepção de animais selvagens da Mata Nacional do Choupal.


No momento do ingresso no CERVAS a coruja não apresentava lesões e o processo de recuperação consistiu no desenvolvimento da plumagem, treino de voo e caça e socialização com outras aves da mesma espécie.


A devolução à Natureza foi realizada num local próximo de onde a ave tinha sido encontrada, na presença de funcionários, actuais e ex-estudantes, e professores da ESA.



CERVAS colaborou com o ICNF em acção de formação em Viseu


Nos dias 11 e 12 de Novembro o CERVAS colaborou com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) na dinamização de uma acção de formação que decorreu em Viseu para Vigilantes da Natureza e técnicos da região centro.


Os técnicos do CERVAS abordaram a temática da captura, contenção e transporte de espécies selvagens autóctones. Foram apresentadas diversas técnicas e utilizados cadáveres de algumas espécies e animais irrecuperáveis, de forma a que vigilantes e técnicos pudessem treinar e ganhar mais experiência.


Para além da disponibilização de informação e possibilidade de treino foram também abordados problemas relacionados com o trabalho diário relacionado com a recolha e envio de animais para os centros de recuperação, tendo em vista a melhoria dos procedimentos no futuro.


O CERVAS aproveitou a excelente oportunidade para apresentar o LIFE - MEDWOLF aos elementos que trabalham em áreas protegidas que estão dentro da área geográfica do projecto, com o objectivo de conseguir a sua colaboração na recolha de informações e de forma a uniformizar procedimentos futuros que estejam relacionados com as acções em a Associação ALDEIA estará envolvida.