terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Os futuros Técnicos de Recursos Florestais de Fornos de Algodres visitaram o CERVAS e a Casa da Torre


No dia 23 de Janeiro de 2017 o CERVAS recebeu a visita de um grupo de estudantes do curso profissional de Técnico de Recursos Florestais do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres.




Esta visita teve como objectivo das a conhecer o trabalho do CERVAS, algumas das espécies protegidas da região e respectivos problemas de conservação.



Os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer as instalações do centro, os procedimentos necessários caso encontrem algum animal selvagem ferido e algumas acções simples que podem realizar enquanto cidadãos de forma a contribuir para a conservação da fauna selvagem, tendo sido dado um destaque especial às espécies de anfíbios da Serra da Estrela e a importância dos charcos.




De seguida, na Casa da Torre, foi aprofundada a temática das espécies selvagens autóctones que ocorrem na região, recorrendo ao material biológico disponível na exposição, tendo sido destacada a importância dos valores naturais do Parque Natural da Serra da Estrela.



Finalmente, junto ao rio Mondego, foi devolvida à Natureza uma garça-real (Ardea cinerea) que estava em recuperação no CERVAS.



O CERVAS agradece aos futuros Técnicos de Recursos Florestais de Fornos de Algodres e respectiva professora o interesse demonstrado durante a actividade e está disponível para futuras acções em parceria.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Campanha de apadrinhamentos - Dia dos Namorados


No dia dedicado ao Amor, ofereça à sua cara metade um presente especial - apadrinhe um animal!

O apadrinhamento de animais selvagens em recuperação no CERVAS consiste numa contribuição simbólica única, e com a qual estará a contribuir de forma decisiva para a gestão e manutenção deste centro.
A ajuda dos padrinhos é um grande contributo ao trabalho do CERVAS, torne-se num membro activo na dinamização da recuperação de animais selvagens em Portugal, apadrinhe um animal!

Existem 3 formas de apadrinhamento:

Apadrinhamento Digital - 15€
Inclui:
- Certificado de apadrinhamento em formato digital;
- Foto + boletim informativo sobre a espécie apadrinhada;
- Possibilidade de assistir à devolução à natureza do animal apadrinhado;
- Possibilidade de solicitar informações e fotografias do animal;
- Inserção do seu email na lista de divulgação para que possa receber informações sobre as próximas actividades em que pode participar.

Apadrinhamento Standard- 25€ 
Inclui:
- Certificado de apadrinhamento impresso;
Foto + boletim informativo sobre a espécie apadrinhada;
- Possibilidade de assistir à devolução à natureza do animal apadrinhado;
- Possibilidade de solicitar informações e fotografias do animal;
- Possibilidade de visitar os centros de recuperação (por marcação prévia);
- Inserção do seu email na lista de divulgação para que possa receber informações sobre as próximas actividades em que pode participar.

Apadrinhamento Kit Oferta- 35€
Inclui:
- Certificado de apadrinhamento impresso;
Foto + boletim informativo sobre a espécie apadrinhada;
- Possibilidade de assistir à devolução à natureza do animal apadrinhado;
- Possibilidade de solicitar informações e fotografias do animal;
- Possibilidade de visitar o CERVAS (por marcação prévia);
- 2 brindes CERVAS;
- Inserção do seu email na lista de divulgação para que possa receber informações sobre as próximas actividades em que pode participar.

Espécies de animais mais comuns que recebemos para recuperação no CERVAS:

Peneireiro-vulgar (Falco tinnunculus)
Milhafre-preto (Milvus migrans)
Tartaranhão-ruivo-dos-pauis (Circus aeruginosus)
Águia-calçada (Aquila pennata)
Mocho-de-orelhas (Otus scops)
Mocho-galego (Athene noctua)
Coruja-das-torres (Tyto alba)
Coruja-do-mato (Strix aluco)
Gralha-preta (Corvus corone)
Açor (Accipiter gentilis)
Milhafre-real (Milvus milvus)


Formas de pagamento:

CHEQUE: Em nome de Associação ALDEIA enviado juntamente com a ficha de inscrição para a morada: CERVAS/Associação ALDEIA
Apartado 126
6290-909 Gouveia

TRANSFERÊNCIA*: NIB: 003503540003190733089 (Caixa Geral de Depósitos de Gouveia, em nome de Acção, Liberdade, Desenvolvimento, Educação, Investigação, Ambiente)
IBAN: PT 50003503540003190733089 CGDIPTPL (Caixa Geral de Depósitos de Gouveia, em nome de Acção, Liberdade, Desenvolvimento, Educação, Investigação, Ambiente) 

* Enviar comprovativo de transferência por correio para a morada acima indicada, ou por correio electrónico para cervas.pnse@gmail.com


Para mais informações entre em contacto:

cervas.pnse@gmail.com
Tlm.  919457984

OBRIGADA!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Devolução à Natureza de 1 águia-d´asa-redonda na Escola Secundária de Gouveia


No dia 13 de Janeiro de 2017 foi devolvida à Natureza uma águia-d´asa-redonda (Buteo buteo) na Escola Secundária de Gouveia.


Esta acção decorreu na sequência das visitas ao CERVAS e à Casa da Torre de alunos do 7º ano no dia 16 de Novembro de 2016, durante as quais estes ficaram a conhecer melhor o trabalho do centro e as espécies de animais selvagens existentes na região.



A águia-d´asa-redonda esteve recuperação durante mais de um ano após ter ingressado com uma fractura numa das asas que foi provocada por um tiro.


O processo de recuperação consistiu em imobilização do membro afectado e posteriormente um longo período de fisioterapia, treino de voo e socialização com outras aves de rapina diurnas num túnel de voo de grandes dimensões.


A devolução à Natureza decorreu durante a manhã na presença da comunidade escolar, junto a áreas florestais e agrícolas na periferia da cidade, numa zona onde a espécie é observada regularmente.


O CERVAS agradece a simpatia e o interesse demonstrado por todos os elementos da Escola Secundária de Gouveia e em particular aos alunos e professoras do 7ºA e 7ºD que apadrinharam a águia, dando assim um importante contributo para o trabalho do centro. 


O CERVAS manifesta também a sua total disponibilidade para futuras acções em parceria que contribuam para um cada vez maior conhecimento da comunidade escolar de Gouveia em relação à biodiversidade da região.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Devolução à Natureza de 1 mocho-galego no Roteiro Nacional Cidadania em Portugal


No dia 10 de Janeiro de 2017 foi devolvido à Natureza um mocho-galego (Athene noctua) em Gouveia.



Esta acção foi integrada nas actividades do projecto Roteiro Nacional Cidadania em Portugal que passou por Gouveia, promovido pela ANIMARCLDS 3G de Gouveia - Int3Grar / GAF Gouveia - Cidadania e o ComParte com a colaboração de várias entidades locais.



O mocho-galego tinha sido atropelado e após um processo de recuperação no CERVAS regressou à Natureza numa zona de campos agrícolas e olival ao início da noite.



O CERVAS agradece o convite a todas as entidades envolvidas no Roteiro Nacional Cidadania em Portugal, felicitanto o projecto e deixando a disponibilidade para futuras acções em parceria.

sábado, 7 de janeiro de 2017

Devolução à Natureza de 1 águia-d´asa-redonda com o Grupo Aprender em Festa (GAF)


No dia 7 de Janeiro de 2017 foi devolvida à Natureza uma águia-d´asa-redonda (Buteo buteo) no Curral do Negro, em Gouveia.



Esta actividade foi organizada em parceria com o Grupo Aprender em Festa (GAF), que tem sido um parceiro importante do CERVAS em muitas outras actividades, no âmbito do seu convívio/encontro anual de comemoração do Dia de Reis.



Esta águia tinha ingressado no CERVAS com uma lesão ocular e plumagem muito deteriorada, provavelmente após ter estado numa situação de cativeiro ilegal, e teve um período de recuperação longo que consistiu em tratamento das lesões, muda de penas, treino de voo e socialização com outras aves de rapina diurnas.


O CERVAS agradece ao GAF pelo convite, pelo apoio ao trabalho do centro e apadrinhamento de animais em recuperação e por todas as acções em parceria que têm sido desenvolvidas. Fica obviamente a disponibilidade para continuar a colaboração durante os próximos anos!


segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Devolução à Natureza de 1 milhafre-real que tinha sido electrocutado em Pala, Pinhel.


No dia 31 de Dezembro de 2016 foi devolvido à Natureza um milhafre-real (Milvus milvus) em Pala, Pinhel.



Esta ave tinha sido encontrada por particulares e encaminhada para o CERVAS através do SEPNA/GNR de Pinhel no início de Dezembro de 2016 e apresentava lesões compatíveis com electrocussão.



Graças ao rápido e eficaz encaminhamento do milhafre foi possível iniciar o tratamento das lesões de imediato, o que melhora sempre o prognóstico em casos de electrocussão. Após vários dias de tratamento a ave passou por uma fase de socialização com outro milhafre-real (irrecuperável) e finalmente realizou treino num túnel de voo com várias aves de rapina diurnas.


A devolução à Natureza foi realizada pelas pessoas que recolheram o milhafre-real, na periferia da aldeia, junto a campos agrícolas, num local onde a espécie é comum durante esta época do ano.


sábado, 24 de dezembro de 2016

O CERVAS deseja Boas Festas!


Um Feliz Natal cheio de coisas boas e um 2017 cheio de alegria e de sucessos! 

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

O CERVAS participou no Mercadinho de Natal em Gouveia


No dia 17 de Dezembro de 2016 decorreu mais uma edição do Mercadinho de Natal em Gouveia e, tal como em anos anteriores, o CERVAS dinamizou um espaço de venda de material e divulgação do trabalho do centro.


Este evento foi promovido pelo Município de Gouveia e teve como objectivo dinamizar o centro da cidade, promover e divulgar as iniciativas locais.


O CERVAS agradece a oportunidade e continuará a participar em iniciativas futuras.


sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Workshop de Introdução à Recuperação de Animais Silvestres na Escola Superior Agrária de Bragança.


Nos dias 15 e 16 de Dezembro de 2016 decorreu um Workshop de Introdução à Recuperação de Animais Silvestres na Escola Superior Agrária de Bragança (ESAB).



Este evento foi dirigido a estudantes de Enfermagem Veterinária e foi organizado pela ESAB e Associação ALDEIA / CERVAS.




O primeiro dia foi totalmente prático e permitiu aos estudantes aumentar o seu conhecimento sobre identificação de animais silvestres autóctones.



Outras componentes foram a captura e manipulação, exame físico, ligaduras e administrações, tendo sido apresentadas e treinadas algumas técnicas básicas.



No segundo dia foi apresentado o trabalho do CERVAS, principios básicos, conceitos gerais e instalações necessárias para o funcionamento dos centros de recuperação.




A ALDEIA/CERVAS agradece à ESAB e em particular aos professores Hélder Quintas e Paulo Cortez pela organização do evento e a todos os participantes pelo interesse e apoio ao trabalho do centro. Fica também a disponibilidade e interesse para novas actividades em parceria.