Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2014

As margens do Rio Mondego em Gouveia continuam com muito lixo.


Alguns dos locais mais bonitos do concelho de Gouveia continuam com muito lixo no chão e as margens do Rio Mondego entre Arcozelo e Ribamondego são exemplos da falta de cuidado de quem as frequenta.



Desde garrafas, inteiras e partidas, até sacos, caixas ou outros materiais, são vários os objectos que se podem encontrar, e estão obviamente relacionados com actividades de lazer, como refeições ao pé do rio ou a pesca.



Continua a ser necessário limpar, como por exemplo em acções como as que foram organizadas em Arcozelo, Curral do Negro ou na Cerca, mas também é necessário sensibilizar quem frequenta os locais ou quem tem responsabilidades na gestão dos mesmos.



O CERVAS participou no G!O Romaria Cultural em Gouveia


Entre 25 e 27 de Julho de 2014 decorreu em Gouveia o G!O Romaria Cultural, uma iniciativa de jovens locais que dinamizou diferentes partes da cidade com concertos, peças de teatro, exposições e outras actividades.


O CERVAS aderiu ao evento abrindo as portas da Casa da Torre com uma exposição sobre Fauna Selvagem, através da qual divulgou o seu trabalho e as espécies protegidas existentes na região.


O espaço recebeu a visita de cerca de 200 pessoas, tendo sido mais uma óptima oportunidade de contacto com a população local, e não só, cumprindo assim objectivos de educação ambiental e de divulgação.


No final do evento foi também realizada uma acção de devolução à Natureza de duas corujas-do-mato (Strix aluco) que estavam em recuperação no CERVAS.


Esta acção decorreu na Cerca, um local onde o CERVAS tem desenvolvido várias actividades nos últimos anos (desde passeios micológicos a recolha de lixo) e que foi um dos que foi dinamizado durante a G!O Romaria Cultural, com concertos e outras acções.


Ambas as corujas eram juvenis que tinham chegado ao centro quando ainda eram crias e necessitaram de desenvolver a plumagem e ganhar condição física, sempre em contacto com outras aves da mesma espécie, desde o ingresso até à fase final de treino de voo e caça.


A devolução à Natureza foi realizada por dois dos organizadores do evento, na presença de vários participantes e foi a última actividade do programa.


O CERVAS agradece o convite, felicita todas as pessoas envolvidas na organização e na dinamização de actividades durante o fim-de-semana, e está disponível para continuar a realizar acções no futuro.

Devolução à Natureza de 1 andorinhão-preto e 1 andorinhão-pálido em Gouveia


No dia 26 de Julho de 2014 às 12:00 foram devolvidos à Natureza um andorinhão-preto (Apus apus) e um andorinhão-pálido (Apus pallidus) no Mirante do Paixotão, em Gouveia.


Ambas as aves eram juvenis que tinham sido encontrados no chão, uma delas há alguns dias atrás com a plumagem ainda em desenvolvimento e baixo peso e a outra na noite anterior mas em boa condição e sem lesões.


O processo de recuperação consistiu na alimentação com larvas de insectos para ganho de peso e desenvolvimento correcto da plumagem, até esta chegar as dimensões necessárias para o regresso à Natureza.


A devolução à Natureza decorreu no local habitual, o Mirante do Paixotão, em Gouveia, por ser um local alto e com boa visibilidade para as zonas frequentadas por centenas de andorinhões nesta época do ano.



Exposição sobre Fauna Selvagem na Casa da Torre no G!O Romaria Cultural em Gouveia


No dia 25 de Julho de 2014 às 19h foi inaugurada a exposição do CERVAS sobre Fauna Selvagem, no âmbito do programa de actividades do evento "G!O Romaria Cultural" em Gouveia.


Esta exposição foi preparada recorrendo ao material de divulgação e de educação ambiental sobre Fauna Selvagem que o CERVAS tem preparado ao longo dos anos, com a colaboração de muitas pessoas que têm passado pelo centro, a quem renovamos aqui os agradecimentos. 


O espaço onde a exposição está instalada é a Casa da Torre, que está assim aberta durante a Romaria Cultural. No entanto, há interesse de várias entidades em que o material possa estar disponível durante mais tempo, de forma aberta à comunidade, dando assim mais vida a um importante edifício de Gouveia.


O CERVAS agradece o convite aos organizadores da G!O Romaria Cultural, felicitando-os pela fantástica iniciativa que está a dinamizar Gouveia de uma forma muito inovadora e interessante.

Devolução à Natureza de 2 bufos-pequenos em Celorico da Beira


No dia 24 de Julho de 2014 às 20:30 foram devolvidos à Natureza 2 bufos-pequenos (Asio otus) em Celorico da Beira.



Ambas as aves tinham sido encontradas no chão quando ainda eram pequenas crias, uma delas no local exacto onde decorreu a devolução à Natureza, sendo o primeiro registo de nidificação da espécie na região de que o CERVAS ou o CISE têm conhecimento.



Os dois foram encontrados por particulares que as encaminharam para o CERVAS através do ICNF, num dos casos, e do SEPNA/GNR da Guarda no outro.



As aves estiveram sempre em contacto uma com a outra para socialização desde a fase inicial até ao período de treino de voo e caça, com o mínimo contacto possível com humanos, como é habitual nos casos de recuperação de crias.


A devolução à Natureza foi realizada pelas pessoas que encontraram um dos bufos-pequenos e colaboradores do CERVAS, num local com características adequadas à espécie.


Devolução à Natureza de 1 mergulhão-pequeno em Celorico da Beira


No dia 24 de Julho de 2014 foi devolvido à Natureza um mergulhão-pequeno (Tachybaptus ruficollis) em Celorico da Beira, no Rio Mondego.



Esta ave tinha ingressado no dia anterior após ter sido encontrada numa zona urbana por pessoas que a entregaram à equipa do SEPNA/GNR de Viseu.


Como a ave não apresentava lesões o processo de recuperação foi muito rápido e apenas consistiu em alimentação e repouso depois da ave ter sido avaliada.



Optou-se pela devolução à Natureza num local tranquilo, onde a espécie ocorre, com as condições consideradas ideais para a espécie.



O CERVAS participou no Verão Total da RTP em Gouveia


No dia 24 de Julho o CERVAS participou no programa da RTP "Verão Total" que decorreu em Gouveia.


Durante a breve entrevista (ver aqui a partir do minuto 29:30 da 1ª parte) realizada pela apresentadora Catarina Camacho foi feita uma breve apresentação do centro e das suas principais linhas de trabalho, e foram dadas as instruções e contactos necessários (SOS Ambiente: 808200520) para que as pessoas possam encaminhar rapidamente os animais selvagens de espécies protegidas que encontrem feridos ou com algum outro problema.


Foi também apresentado algum do material pedagógico que o CERVAS utiliza em acções de educação ambiental e/ou de formação, composto maioritariamente por material biológico recolhido a partir de animais que ingressam no centro, como por exemplo penas, crânios, egagrópilas (regurgitações), entre outros.


O principal objectivo que foi referido foi a divulgação das espécies autóctones existentes em Portugal, bem como algumas das suas ameaças, pois ainda há algum desconhecimento por parte da população, que continua a estar mais habituada a contactar com animais selvagens através da televisão, dos jardins zoológicos ou espectáculos com animais, ignorando a existência de muitos animais que ocorrem em liberdade no nosso país.


O CERVAS agradece à RTP e ao Município de Gouveia pela oportunidade de divulgação do seu trabalho na comunicação social e continua disponível para futuras acções que contribuam para um maior conhecimento sobre a biodiversidade de Portugal, e da Serra da Estrela em particular.

Devolução à Natureza de 1 águia-d´asa-redonda com a Casa do Benfica de Gouveia


No dia 23 de Julho de 2014 o CERVAS recebeu a visita de um grupo de crianças e respectivas monitoras de um campo de férias da Casa do Benfica de Gouveia.


Estes visitantes tiveram a oportunidade de conhecer melhor o trabalho do centro e algumas das espécies de animais selvagens que ingressam com maior frequência.


Também foi possível transmitir informações sobre algumas das problemáticas de conservação da fauna selvagem de Portugal e algumas medidas que podem contribuir para diminuir o seu impacto negativo.


No final da visita foi devolvida à Natureza uma águia-d´asa-redonda (Buteo buteo) que estava em recuperação no CERVAS.


Esta ave tinha sido encontrada no chão quando ainda era uma pequena cria e foi encaminhada para o CERVAS pelas pessoas que a encontraram, através do ICNF.


O processo de recuperação consistiu em alimentação e treino de voo em contacto com outras aves de rapina diurnas.


O CERVAS agradece a visita, interesse e apoio da Casa do Benfica de Gouveia e está disponível para futuras acções de colaboração.



Devolução à Natureza de 1 águia-d´asa-redonda em Gouveia.


No dia 21 de Julho de 2014 foi devolvida à Natureza uma águia-d´asa-redonda (Buteo buteo) em Gouveia.


Esta acção teve lugar no final de uma visita ao CERVAS realizada por vários hóspedes da Quinta das Cegonhas, uma unidade de Turismo que há vários anos colabora com o centro ao nível da divulgação e Educação Ambiental.


A águia juvenil tinha ingressado no CERVAS após queda precoce do ninho e foi encontrada por uma pessoa que a entregou ao ICNF.


O processo de recuperação passou pela alimentação e treino de voo, durante o período necessário para o desenvolvimento da plumagem, sempre em contacto com outras aves de rapina diurnas.


A devolução à Natureza foi realizada numa zona florestal rodeada por matos e perto de campos agrícolas, um habitat adequado à espécie.