quinta-feira, 28 de julho de 2011

25 e 26 de Julho de 2011: Devoluções à natureza de duas corujas-do-mato, uma águia-de-asa-redonda e um andorinhão-pálido

25 de Julho de 2011, Segunda-feira
18:00 - Devolução à natureza de um andorinhão-pálido (Apus pallidus)
Mirante do Paixotão, Gouveia


Este animal terá caído do ninho e foi encontrado na Guarda por um particular que o encaminhou até ao CERVAS. No momento do seu ingresso não apresentava qualquer lesão, pelo que o seu processo de recuperação passou por uma alimentação adequada, fornecida várias vezes ao dia, para que desenvolvesse bem a plumagem e alcançasse uma boa condição corporal.



No momento da devolução à natureza deste andorinhão-pálido estiveram presentes cerca de 20 pessoas, entre as quais técnicos, estagiários e voluntários que se encontram neste momento no CERVAS. A devolução à natureza correu como esperado, o animal realizou o seu primeiro voo em liberdade com muita energia, e foi baptizado de 'Pretinha'.


video



26 de Julho de 2011, Terça-feira
14:30 - Devolução à natureza de uma águia-de-asa-redonda (Buteo buteo)
Parque Campismo Relva da Reboleira, Manteigas

Esta ave foi vítima de uma pilhagem do ninho e terá sido apreendida pelo SEPNA-GNR - Serviço Protecção da Natureza e Ambiente da Guarda Nacional Republicana que a encaminhou até ao CERVAS. No momento do seu ingresso não apresentava qualquer lesão pelo que a sua recuperação passou por uma alimentação adequada para um bom desenvolvimento físico e da plumagem. Também esteve em contacto com animais da mesma espécie de forma a adquirir comportamentos tipicamente selvagens e, assim, minimizar a habituação ao Homem. Por fim, também realizou treinos de voo e caça.


Esta devolução à natureza foi realizada durante um workshop coordenado pela Associação Viver a Ciência (VaC) inserido no evento Aldeia Escolhas no âmbito do Programa Escolhas. O Programa Escolhas é um programa de âmbito nacional, tutelado pela Presidência do Conselho de Ministros, e fundido no Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, IP, que visa promover a inclusão social de crianças e jovens provenientes de contextos socioeconómicos mais vulneráveis, particularmente dos descendentes de imigrantes e minorias étnicas, tendo em vista a igualdade de oportunidades e o reforço da coesão social.


No momento de devolução à natureza deste animal estiveram presentes cerca de 150 pessoas, entre as quais crianças dos 13 aos 16 anos de idade de vários pontos do país, técnicos, monitores e funcionários do evento, entre outros. A águia foi baptizada de 'Escolhas'.

video

Após a devolução à natureza tiveram lugar os Workshops que estavam definidos para esse dia. As crianças dividiram-se por grupos que ocuparam os diferentes workshops que estavam disponíveis e que consistiam numa expedição naturalista, em busca da diversidade das plantas e dos animais existentes no campo de férias, desde a biodiversidade a nível celular à biodiversidade a nível macroscópico. As expedições tiveram vários temas, desde insectos, borboletas, libélulas e libelinhas, répteis, entre outros. O CERVAS também dinamizou um workshop, seguido de uma pequena expedição, onde abordou vários temas, dando especial atenção ao grupo das aves. No final montou-se uma pequena apresentação das actividades para que cada grupo tivesse a oportunidade de relatar a sua experiência ao resto dos participantes.




O CERVAS agradece à organização do evento Aldeia Escolhas e à Associação Viver a Ciência o convite para estar presente nesta actividade.


19:00 - Devolução à natureza de uma coruja-do-mato (Strix aluco)
Quinta do Convento de S. Francisco, São Julião, Gouveia

Esta ave foi vítima de uma queda do ninho e encontrada por um particular no interior da quinta do Convento de S. Francisco. Posteriormente foi recolhida e encaminhada para o CERVAS pelo SEPNA-GNR de Gouveia. No momento do seu ingresso não apresentava nenhuma lesão pelo que a sua recuperação passou por uma alimentação adequada para o normal desenvolvimento físico e da plumagem, pelo contacto com animais da mesma espécie de forma a adquirir comportamentos tipicamente selvagens e, assim, minimizar a habituação ao Homem. Por fim, também realizou treinos de voo e caça.


Na devolução à natureza desta ave estiveram presentes cerca de 30 pessoas, entre técnicos e estagiários do CERVAS/ALDEIA, proprietárias e moradores da Quinta do Convento de S. Francisco, Presidente da Junta de Freguesia de São Julião, José Maria Pereira, um agente em representação da PSP de Gouveia, um repórter do Notícias de Gouveia e população local. A ave foi devolvida à natureza e baptizada de “Genoveva” pela pessoa que a encontrou.

video


20:00 - Devolução à natureza de uma coruja-do-mato (Strix aluco)
Cavadoude, Guarda


Esta ave foi vítima de uma queda do ninho e encontrada por um particular. Posteriormente foi recolhida e encaminhada para o CERVAS pelo SEPNA-GNR. No momento do seu ingresso não apresentava nenhuma lesão pelo que a sua recuperação passou por uma alimentação adequada, pelo contacto com animais da mesma espécie e também realizou treinos de voo e caça.


Esta devolução à natureza realizou-se junto à Igreja de Cavadoude e estiveram presentes 10 pessoas, populares da freguesia de Cavadoude. A ave foi baptizada de 'Mondego'

Sem comentários: