quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Libertaçoes: 04 e 05 de Novembro de 2010

04 de Novembro, Quarta-feira
15.00h - Devolução à natureza de um melro (Turdus merula)
Tondela, I Exposição Ibérica de Aves de Tondela

Esta ave encontrava-se numa situação de cativeiro ilegal, em casa de um particular, tendo sido apreendida por uma equipa do SEPNA da GNR. Foi encaminhada para o CERVAS e na altura do seu ingresso apresentava diversas penas de voo partidas devido às más condições em que se encontrava, pelo que o seu processo de recuperação passou por uma alimentação adequada, no contacto com animais da mesma espécie, e na muda da plumagem de voo.


Na devolução à natureza deste animal estiveram presentes cerca 50 pessoas, na sua maioria alunos do 1º ciclo das diversas escolas do Município de Tondela, assim como os seus professores, e estiveram presentes alguns elementos da organização da Exposição, membros do Clube Ornitológico de Tondela. Este melro era uma fêmea, já que apresentava uma coloração das penas mais acastanhada e o bico menos amarelo, foi baptizada de 'Vera'.



Durante a tarde o CERVAS desenvolveu uma oficina de educação ambiental para estas crianças, onde se falou do trabalho desenvolvido no centro, da fauna autóctone, e de algumas causas de ingresso de animais no centro, dando especial atenção à problemática do cativeiro ilegal, causa mais comum do ingresso deste grupo de animais nos centros de recuperação.


05 de Novembro de 2010, Quinta-feira
15.30 - Devolução à natureza de 2 pintarroxo (Carduelis cannabina)
Tondela, I Exposiçao Ibérica de Aves de Tondela

Estas aves encontravam-se numa situação de cativeiro ilegal, em casa de um particular, tendo sido apreendidas por uma equipa do SEPNA da GNR, que as encaminharam para o CERVAS. Na altura do seu ingresso apresentavam as penas de voo muito danificadas pelo que o seu processo de recuperação passou por permitir que as aves efectuassem a muda da plumagem de voo, para além de terem sido mantidas em contacto com animais da mesma espécie de forma a que recuperassem os comportamentos normais.


No momento de devolução à natureza destas aves estiveram presentes cerca de 15 pessoas, na sua maioria alunos da Escola Profissional de Tondela e alguns membros da organização da Exposição. As aves foram baptizadas de 'Filipa' e 'Taz'. Mais uma vez realçou-se a problemática do cativeiro ilegal, pois é a causa mais comum do ingresso deste grupo de animais nos centros de recuperação.


Durante a tarde a equipa do CERVAS desenvolveu uma oficina de educação ambiental, abordando temas como o trabalho nos centros de recuperação e a sua função na conservação, a fauna autóctone e as principais causas de ingresso de animais no centro.

Ao todo nestes dois dias ter-se-à realizado a oficina de educação ambiental para cerca de 125 alunos das diversas escolas do Municipio de Tondela.



O CERVAS quer desde já agradecer o convite do Clube Ornitológico de Tondela para dinamizar estas acções, acreditamos que a colaboração entre as diferentes entidades poderá contribuir para combater algumas das problemáticas associadas ao cativeiro de espécies selvagens.

PARA SABER MAIS SOBRE A PROBLEMÁTICA DO CATIVEIRO ILEGAL CLIQUE AQUI.

Sem comentários: