Apoie o trabalho do CERVAS! Faça um donativo para o NIB: 003503540003190733089 (Caixa Geral de Depósitos de Gouveia), ou apadrinhe um animal em recuperação.

sábado, 18 de setembro de 2010

Libertações: 17 de Setembro 2010

17 de Setembro, Sexta-feira
15:30 - Mata Nacional do Choupal, Coimbra
Libertação de 2 milhafres-pretos (Milvus migrans)

Estas duas aves ingressaram no CERVAS bastante jovens, tendo sido animais recolhidos após a sua queda do ninho, sendo que um deles apresentava também uma fractura na asa. Para além do tratamento da fractura neste último, o processo de recuperação das duas aves envolveu todos os passos típicos de casos de crias/juvenis, como a alimentação, os treinos de voo e de caça e o contacto com animais da mesma espécie.



No momento da sua devolução à natureza estiveram presentes cerca de 10 pessoas, entre os quais membros da equipa do SEPNA da GNR de Coimbra, representantes do ICNB e alguns populares, que baptizaram as aves com os nomes "Notre Dame" e "Fiona".

video

17:00 - Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho
Libertação de um Peneireiro-vulgar (Falco tinnunculus)

Esta ave foi encontrada na freguesia de Montemor-o-Velho, por um particular, tendo sido entregue à equipa do SEPNA da GNR desta localidade. Posteriormente foi entregue aos cuidados da Reserva Natural do Paúl de Arzila, que encaminhou a ave para o CERVAS. Apresentava lesões compatíveis com atropelamento e o seu processo de recuperação consistiu no tratamento das mesmas, bem como em treinos de voo e de caça, para além do contacto com animais da mesma espécie.


No momento da sua devolução à natureza estiveram presentes cerca de 10 pessoas, entre os quais representantes da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, comunicação social, membros da equipa do SEPNA da GNR de Montemor-o-Velho e alguns populares, que baptizaram a ave com o nome "Liberdade".

video

18:30 - Campo de Futebol de Vale do Fôjo, Eiras, Coimbra
Libertação de uma Coruja-das-torres (Tyto alba)

Esta ave foi recolhida por um particular, após ter caído do ninho, tendo sido entregue aos funcionários da Reserva Natural do Paúl de Arzila, que posteriormente a encaminharam para o CERVAS. Sendo um animal juvenil, o seu processo de recuperação incidiu na alimentação da ave, de modo a permitir um correcto desenvolvimento tanto a nível físico, como da plumagem de voo, para além de ter sido submetida a treinos de voo e de caça e ao contacto com animais da mesma espécie.


No momento da sua devolução à natureza estiveram presentes cerca de 60 pessoas, entre os quais representantes da Junta de Freguesia de Eiras, de diversas instituições locais e vários populares, que baptizaram a ave com o nome "Eirinhas".

video

Sem comentários: