Devolução à Natureza de 98 andorinhões

 

Entre Maio e Novembro de 2021 foram devolvidos à Natureza 98 andorinhões.





O total de ingressos foi de 147, o máximo registado desde o início da actividade do CERVAS, na sequência de um aumento gradual que tem sido registado ano após ano.






Destes, 127 foram ingressos vivos e 20 ingressos mortos.






Em relação às espécies, 99 foram andorinhões-pálidos (Apus pallidus) e 48 andorinhões-pretos (Apus apus).






Os resultados de devolução à Natureza foram de 77%, o que pode ser considerado um resultado positivo, bem acima dos cerca de 60% de eficácia se forem considerados os ingressos totais do centro.






Estes dados confirmam a importância de um encaminhamento rápido de todos os andorinhões que sejam encontrados, sem que lhes seja dado nenhum tipo de alimentação e sem que haja contacto com pessoas, de forma a que o mais rapidamente possível os animais sejam alimentados com insectos e colocados em contacto com outros andorinhões no centro de recuperação mais próximo.








Conheça melhor os andorinhões aqui.





Comentários

Mensagens populares deste blogue

Espécie do mês de Maio: Cobra-rateira

Espécie do mês de Junho: Melro-preto

Espécie do mês de Junho: Víbora-cornuda

Espécie do mês de Setembro: Cobra-de-água-de-colar

Espécie do mês de Setembro: Cágado-mediterrânico

Espécie do mês de Junho: Ouriço-cacheiro

Espécie do mês de Setembro: Estorninho-preto

Espécie do mês de Fevereiro: Gavião

Espécie do mês de Outubro: Pega-rabuda

Espécie do mês de Novembro: Gralha-preta