quinta-feira, 30 de abril de 2009

Libertações: Abril de 2009

7 de Abril de 2009, 3ª feira
Dois Ouriços-cacheiros (Erinaceus europaeus)
Quinta da Cerca, Gouveia
Acção inserida em actividades desenvolvidas pelo ATL da Biblioteca Municipal de Gouveia


Estes pequenos mamíferos ingressaram no CERVAS após terem sido capturados por um cão no quintal de um particular. Foram entregues no centro por funcionários do Parque Ecológico de Gouveia mas não apresentavam qualquer lesão pelo que, após um cuidadoso exame físico e alimentação, foram devolvidos à Natureza num local que apresentasse riscos menores de uma nova predação.

14 de Abril de 2009, 3ª feira
Águia-de-asa-redonda (Buteo buteo)
Quinta dos Olhos de Água, PNSSM
Acção inserida nas comemorações do 20º aniversário do Parque Natural da Serra de São Mamede (PNSSM)


22 de Abril de 2009, 4ª feira
Coruja-das-torres (Tyto alba)
Luso, Mealhada - Coimbra
19h - Junto ao depósito de água do Luso, na encosta Luso-Buçaco, Estrada de Viseu
Esta acção foi organizada pelos Vigilantes da Natureza da Reserva Natural do Paúl da Arzila (RNPA).


Esta ave foi recolhida no dia 19 Dezembro de 2008 pela equipa do SEPNA de Anadia por se encontrar muito debilitada e desnutrida. Foi depois encaminhada para a Reserva Natural do Paúl da Arzila (RNPA) que a fez chegar ao CERVAS. Após todo o processo de recuperação, que incluiu aumento e manutenção do peso, contacto com aves da mesma espécie, passagem por um processo de enriquecimento alimentar e ambiental e treinos de voo, musculação e caça, esta ave encontrava-se finalmente preparada para ser devolvida à Natureza.

24 de Abril de 2009, 6ª feira
Águia-calçada (Aquila pennata)

Salvador, Penamacor - Castelo Branco
15h00 – Escola Primária de Salvador
Esta acção contou com a colaboração e presença de alunos e professores da Escola Primária e Jardim de Infância de Salvador, do presidente da Junta de Freguesia de Salvador e do Sr. Joaquim, responsável pela recolha da ave, entre outras entidades.


Esta ave foi recolhida em 2007 por um particular, na freguesia de Salvador, por apresentar lesões traumáticas de origem desconhecida. Foi depois encaminhada para a Reserva Natural da Serra da Malcata (RNSM) que a fez chegar ao CERVAS. Após todo o processo de recuperação, que incluiu resolução das lesões, aumento e manutenção do peso, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo, musculação e caça, esta ave encontrava-se finalmente preparada para ser devolvida à Natureza.

24 de Abril de 2009, 6ª feira
Coruja-das-torres (Tyto alba)

Meimoa, Penamacor - Castelo Branco
19h00 - Capela de S. Domingos - Meimoa
Esta acção contou com a colaboração e presença de funcionários e idosos do Lar de Idosos de Meimoa e de Isabel Madeiras, responsável pela recolha da ave, entre outras entidades.


Esta coruja foi também recolhida por um particular na freguesia de Meimoa, em Janeiro deste ano, por ter sido vítima de atropelamento. Foi depois encaminhada para a Reserva Natural da Serra da Malcata (RNSM) que a fez chegar ao CERVAS. Após todo o processo de recuperação, que incluiu resolução das lesões, aumento e manutenção do peso, contacto com aves da mesma espécie, passagem por um processo de enriquecimento alimentar e ambiental e treinos de voo, musculação e caça, esta ave encontrava-se também preparada para ser devolvida à Natureza.

Dia 25 de Abril, Sábado
Bufo-real (Bubo bubo)
Santa Eulália, Elvas
19h30 - Tapada do Canudo, Sta Eulália
Esta acção contou com a presença dos Escuteiros do Agrup. 158 - Elvas, do grupo dos Jovens Reportéres para o Ambiente, padrinhos desta ave e do Sr. Manuel, responsável pela recolha da ave.



Esta ave de rapina nocturna foi recolhida por um particular na freguesia de Sta. Eulália - Elvas, em Novembro de 2008, por apresentar uma fractura na asa direita. A ave foi então entregue ao SEPNA de Elvas que a encaminhou para o Parque Natural da Serra de S. Mamede (PNSSM) que, por sua vez, a fez chegar ao CERVAS. Após todo o processo de recuperação, que incluiu resolução da fractura e lesões dos tecidos associadas, aumento e manutenção do peso, contacto com aves da mesma espécie, passagem por um processo de enriquecimento ambiental e alimentar e treinos de voo, musculação e caça, esta ave encontrava-se finalmente preparada para ser devolvida à Natureza.

27 de Abril de 2009, 2ª feira
Coruja-das-torres (Tyto alba)
Elvas
20h30 - Museu Militar de Elvas Esta acção foi organizada por elementos da Quercus.

Esta coruja foi recolhida no início do mês de Abril por uma técnica da Quercus após ter colidido contra uma estrutura. Esta colisão terá provocado as lesões detectadas no olho direito da ave. Foi depois encaminhada para o Parque Natural da Serra de S. Mamede (PNSSM) que a fez chegar ao CERVAS. Após todo o processo de recuperação, que incluiu tratamento e tentativa de recuperação do olho lesionado, aumento e manutenção do peso, convívio com aves da mesma espécie, passagem por um processo de enriquecimento alimentar e ambiental e treinos de voo, musculação e caça, esta ave encontrava-se finalmente preparada para ser devolvida à Natureza. Apesar da ausência de um olho, demonstra-se capaz de voar e caçar de modo correcto e adequado à sua sobrevivência (de referir que as aves de rapina nocturna baseiam-se essencialmente numa audição muito apurada para viabilizarem os seus comportamentos crepusculares e nocturnos).

Sem comentários: