Devolução à Natureza de 18 andorinhões


Entre 21 de Julho e 28 de Agosto de 2017 foram devolvidos à Natureza 18 andorinhões, sendo 10 deles pálidos (Apus pallidus) e 8 pretos (Apus apus).





À semelhança dos 23 anteriormente devolvidos à Natureza este ano, a maioria eram aves juvenis que tinham saído precocemente e que foram recolhidos por particulares.






Os processos de recuperação consistiram em alimentação com insectos, de 3 em 3 horas, durante o tempo necessário para o crescimento das penas de voo e ganho de peso adequado até aos valores necessários para poderem serem libertados. As aves foram mantidas em grupos em função das idades para poderem cumprir um processo de socialização enquanto cresciam.





As devoluções à Natureza foram realizadas em Gouveia com as pessoas que recolheram os andorinhões, com outras pessoas convidadas ou que se encontravam de visita à cidade e também por técnicos e voluntários do CERVAS.





Fique a saber um pouco mais sobre os andorinhões na Wilder aqui:


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Espécie do mês de Maio: Cobra-rateira

A empresa Alvespets apoia o CERVAS na recuperação de aves selvagens insectívoras

Espécie do mês de Junho: Víbora-cornuda

Espécie do mês de Setembro: Cágado-mediterrânico

Espécie do mês de Junho: Ouriço-cacheiro

Espécie do mês de Dezembro: Fuinha

Espécie do mês de Setembro: Estorninho-preto

24ª edição do Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres decorreu na Escola Superior Agrária de Coimbra

O CERVAS recebeu a visita de estudantes de Medicina Veterinária da Escola Universitária Vasco da Gama