Devolução à Natureza de uma gralha-preta que tinha estado em cativeiro ilegal


No dia 4 de Fevereiro de 2016 foi devolvida à Natureza uma gralha-preta (Corvus corone) em Gouveia.


Esta ave tinha sido entregue no CERVAS pelo SEPNA/GNR de Viseu, que a tinha resgatado a particulares que a mantinham numa situação de cativeiro ilegal.


Ao contrário de outras aves da mesma espécie que se encontravam em situação semelhante e que necessitarão de recuperar a plumagem, esta gralha estava numa condição física que permitiu que o processo de recuperação fosse relativamente rápido.


Apenas foi necessário alimentar o animal, avaliar o seu comportamento e proceder ao treino de voo e musculação durante algumas semanas, sempre em contacto directo com outras aves da mesma espécie.


A devolução à Natureza realizou-se num local próximo de áreas florestais e agrícolas onde a espécie é comum, na expectativa de que a gralha-preta possa reintegrar a população selvagem a que pertence.


Nunca é demais recordar que a captura e cativeiro de espécies selvagens, como é o caso das gralhas-pretas e outros corvídeos, mas também de melros, pintassilgos ou aves de rapina, não são permitidas e todas as situações devem ser denunciadas ao SEPNA/GNR através do SOS Ambiente 808200520.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Espécie do mês de Maio: Cobra-rateira

A empresa Alvespets apoia o CERVAS na recuperação de aves selvagens insectívoras

Espécie do mês de Junho: Víbora-cornuda

Espécie do mês de Setembro: Cágado-mediterrânico

Espécie do mês de Junho: Ouriço-cacheiro

Espécie do mês de Dezembro: Fuinha

O CERVAS recebeu a visita de estudantes de Medicina Veterinária da Escola Universitária Vasco da Gama

24ª edição do Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres decorreu na Escola Superior Agrária de Coimbra

Espécie do mês de Setembro: Estorninho-preto