sábado, 15 de outubro de 2011

14 de Outubro de 2011: Devolução à Natureza de 3 águias-de-asa-redonda e 3 corujas-das-torres

14 de Outubro de 2011, Sexta-feira
9:00, S. Julião, Gouveia - Devolução à Natureza de uma águia-de-asa-redonda

Esta águia-de-asa-redonda (Buteo buteo) sofreu um atropelamento no dia 24 de Setembro e foi recolhida por um particular que a entregou no posto da GNR de Gouveia. A devolução à Natureza foi realizada num local próximo daquele onde a ave tinha sido encontrada e foram envolvidos na acção os funcionários da empresa Salemo & Merca.


Quando ingressou no CERVAS, a ave apresentava hemorragias oculares, orais e numa das asas, tendo sido tratada e posteriormente colocada em contacto com outras aves de rapina, de forma a ficar preparada para a libertação.

Durante a devoluçao à Natureza da águia estiveram presentes cerca de 35 pessoas, às quais foi apresentada a história do animal bem como alguns aspectos relacionados com a ecologia, comportamento e problemas de conservação da espécie. Tendo em conta a relação ecológica com roedores, de que se alimenta, a águia foi baptizada de "Ratatui" pelos participantes.


O CERVAS agradece a disponibilidade e interesse manifestados pela Salemo & Merca, desde os seus dirigentes aos funcionários, e futuras acções de colaboração relacionadas com observação de aves estão já a ser preparadas em conjunto por ambas as entidades.

video


14 de Outubro de 2011, Sexta-feira
14:30, Pascoal, Abraveses, Viseu - Devolução à Natureza de uma águia-de-asa-redonda

Esta águia-de-asa-redonda (Buteo buteo) ingressou no CERVAS no dia 8 de Janeiro após ter sido encontrada num pinhal por um particular. A ave não conseguia voar devido ao facto de apresentar a plumagem muito danificada e terá conseguido escapar de uma situação de cativeiro ilegal.


A águia foi recolhida pelo SEPNA-Viseu que a encaminhou para o CERVAS, onde, para além de problemas nas penas, se verificou que a ave apresentava um comportamento muito agressivo e foi necessário submetê-la a um longo período de contacto com outras aves de rapina, de forma a ficar preparada para a libertação.


A acção, organizada em colaboração com o SEPNA-GNR de Viseu, foi realizada com a escola de Pascoal, em Abraveses, Viseu, num local próximo daquele onde a ave tinha sido encontrada.


Nesta acção de devolução à Natureza estiveram presentes cerca de 30 pessoas, tendo a libertação sido realizada pela pessoa que encontrou a ave e alertou as autoridades e pelo padrinho que entretanto tinha colaborado na recuperação do animal. O CERVAS agradece a todas as pessoas envolvidas e em especial ao SEPNA-Viseu pela grande disponibilidade na preparação da acção de sensibilização ambiental.


14 de Outubro de 2011, Sexta-feira
17:00, Treixedo, Santa Comba Dão - Devolução à Natureza de uma águia-de-asa-redonda

Esta águia-de-asa-redonda (Buteo buteo) ingressou no CERVAS no dia 8 de Julho após ter sido atropelada no IP3 e recolhida por um particular que a entregou ao SEPNA-GNR de Viseu. A acção de devolução à Natureza foi realizada junto dos cerca de 150 alunos do Centro Educativo de Treixedo.


Esta ave apresentava descoordenação motora e problemas oculares, tendo sido necessário um acompanhamento clínico bastante constante na fase inicial, seguido de uma fase posterior de treino e contacto com outras aves de rapina.


Parte do conjunto de crianças envolvidas, que baptizaram a águia de "Melodia" já tinham estado em contacto com a temática da recuperação de fauna selvagem e demonstraram um grande interesse nos aspectos relacionados com a identificação, ecologia e conservaçao de aves de rapina.



14 de Outubro de 2011, Sexta-feira
19:30, Logo de Deus, S. Paulo de Frades, Coimbra - Devolução à Natureza de duas corujas-das-torres

Estas corujas-das-torres (Tyto alba) foram encontradas no dia 26 de Agosto no interior de uma residência, na lareira da sala, após terem caído no ninho que os progenitores teriam feito na chaminé da habitação. As aves foram entregues por um particular ao SEPNA-Coimbra, que as encaminhou para o CERVAS através da Reserva Natural do Paúl da Arzila.


Durante o processo de recuperação as aves estiveram em contacto com outras corujas-das-torres para socialização e treino de voo e caça. A devolução à Natureza foi realizada num local próximo daquel onde tinham sido encontradas, junto a um bosque e campos agrícolas.



14 de Outubro de 2011, Sexta-feira
21:15, Tocha, Cantanhede - Devolução à Natureza de uma coruja-das-torres

Esta coruja-das-torres (Tyto alba) ingressou no CERVAS no dia 25 de Agosto após ter sofrido um atropelamento e ter sido recolhida por um particular e entregue na Reserva Natural do Paul da Arzila. Não foram detectadas lesões graves e a recuperação consistiu em treinos de voo e caça em conjunto com outras aves da mesma espécie.


A devolução à Natureza foi realizada pelo casal que encontrou a ave após o atropelamento, num local próximo daquele onde tinha sido recolhida, junto a um bosque e campos agrícolas.

video

Sem comentários: