quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Relatório de Actividades do CERVAS em 2010

Entre 1 de Janeiro e 31 de Dezembro de 2010, deram entrada no CERVAS 409 animais, dos quais 72% (295 animais) se encontravam vivos na altura do seu ingresso. A estes 295 somam-se 36 animais que se encontravam em fase de recuperação no final de 2009, sendo que 1 destes ingressou em 2007, 2 em 2008 e 33 em 2009. Comparando com os registos do ano de 2009, verifica-se um aumento de 4% nos ingressos vivos e de 10% nos ingressos mortos. Durante o ano de 2010 foi possível libertar 192 animais, do total que se encontrava em recuperação, o que representa uma taxa de libertação de 58,2%, o que se traduz num aumento de mais de 6 pontos percentuais face ao registado no ano de 2009. O ano de 2010 foi o melhor até ao momento, ao nível do sucesso de devolução de animais recuperados à Natureza, desde o início da actividade do CERVAS.

Destinos dos animais que ingressaram no CERVAS em 2010

A ordem Passeriformes foi a mais representada nos ingressos, seguida da Falconiformes e Strigiformes. O cativeiro ilegal foi a causa que gerou mais admissões de animais, lado a lado com a queda de ninho, o que reflecte a cada vez maior importância do CERVAS ter que estar preparado para este tipo de situações, tanto ao nível de infra-estruturas como de metodologias de trabalho. Por essa razão, o enriquecimento ambiental e a construção de instalações foram acções que, tal como em anos anteriores, mereceram especial atenção em 2010.

Ingressos no CERVAS em 2010 por Ordem taxonómica

O distrito de Guarda foi a principal área de origem de animais, seguida de Coimbra e Portalegre. Os dados de 2010 tornam evidente que há maior percentagem de libertação e menor de eutanásia quando os animais são entregues de forma imediata, como é o caso dos que ingressam do distrito da Guarda, em comparação com as situações em que os animais aguardam vários dias em pólos de recepção antes de serem encaminhados para o centro de recuperação.

Freguesias com ingressos de animais vivos em 2010

Foram realizadas 192 acções de devolução à natureza de animais selvagens recuperados no CERVAS. Quando comparado com igual período do ano de 2009, verifica-se que houve um aumento de aproximadamente 17% no número de acções realizadas que é justificado, em parte, pelo aumento do número de ingressos vivos em 2009. Deste total de acções, 104 foram organizadas e divulgadas, tendo estado presentes mais de 4000 pessoas, na sua maioria crianças e jovens em idade escolar, mas também representantes de associações locais, nomeadamente de caçadores e de entidades ligadas à conservação da Natureza e de autarquias. Comparando com o ano anterior, verifica-se um aumento de cerca de 10% no total de pessoas envolvidas, o que se justifica com o maior número de libertações e com o maior esforço de divulgação.

Número de acções de educação ambiental desenvolvidas pelo CERVAS na sua área de actuação

Durante o ano de 2010 decorreram 16 estágios (curriculares e voluntários) em diversas áreas, com destaque para a Medicina Veterinária e Biologia, o número de estágios profissionais foi de 5, sendo quatro deles em simultâneo em parte do ano, foram realizadas diversas acções de formação e estabeleceram-se novas parcerias e protocolos de colaboração com entidades nacionais e internacionais, consolidando-se as existentes, tendo em vista um melhor funcionamento do centro.

Aqui poderá descarregar o Relatório de Actividades do CERVAS de 2010.

Sem comentários: