quarta-feira, 18 de março de 2009

ADT Fire & Security oferece Sistema de Videovigilância ao CERVAS

A ADT Fire & Security, fornecedor líder europeu de soluções de segurança electrónica e protecção contra incêndio, celebrou um contrato de mecenato com a Associação ALDEIA, para apoio ao trabalho desenvolvido no CERVAS, (Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens), uma estrutura do Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE) em Gouveia, através do qual vai doar um sistema de videovigilância para o projecto “Monitorização da eficácia da recuperação de aves de rapina selvagens: seguimento de animais após Libertação”.

Este projecto, no qual estão englobadas várias acções, pretende estudar a eficácia da recuperação de animais selvagens nos centros de recuperação. Uma destas acções, designada “Enriquecimento ambiental das jaulas”, vai ser a principal beneficiada com a parceria da ADT Fire & Security pois os resultados da investigação dependem da análise do comportamento dos animais nas jaulas sem a presença humana, os quais serão registados pelas câmaras de videovigilância.


Para assinalar a cooperação entre a ADT Fire & Security e o CERVAS, ontem, pelas 12h30, em Estremoz, a ADT Fire & Security esteve presente no momento de libertação de um milhafre-real Milvus milvus, uma espécie ameaçada, apadrinhado pela empresa.

“É muito importante contar com o apoio da ADT Fire & Security pois só desta forma podemos desenvolver as nossas investigações com todo o rigor exigido. Os equipamentos da ADT Fire & Security vão permitir que estudemos os animais nas jaulas sem a interferência humana, o que causa, inevitavelmente, um enviesamento dos dados recolhidos”, declara Ricardo Brandão, Médico Veterinário e responsável técnico do CERVAS.


“A filosofia da ADT Fire & Security é contribuir para um mundo mais seguro. Se pudermos associar a nossa actividade à protecção de espécies ameaçadas e cooperar para a sua sobrevivência, então alargamos a nossa acção ao expoente máximo. Acredito que as câmaras de videovigilância instaladas vão garantir o sucesso deste projecto e contribuir para uma investigação aprofundada sobre o comportamento de indivíduos de espécies ameaçadas durante a sua permanência em centros de recuperação”, afirma João Ribeiro, Director Geral da ADT Fire & Security.

O principal objectivo do CERVAS é a detecção e a solução de problemas associados à conservação e gestão das populações de animais selvagens. A recuperação de animais selvagens feridos ou debilitados é uma das principais actividades deste centro, que consiste na recepção e tratamento dos indivíduos recolhidos, com o objectivo de os libertar no local onde foram encontrados. O apoio e/ou a realização de trabalhos de monitorização ecológica e sanitária das populações de animais selvagens, o apoio e fomento à aplicação do Programa Antídoto – Portugal, a promoção da sensibilização ambiental em matéria de conservação e gestão dos animais selvagens e o funcionamento como unidade intermédia de gestão e transferência de informação e amostras tratadas através de parcerias científicas são outras linhas de acção do CERVAS.

Desde 2007 que o CERVAS conta com o apoio da ALDEIA, uma associação sem fins lucrativos que tem como objectivo contribuir para um desenvolvimento sustentável, fundamentado na conservação da Natureza e na preservação da Cultura e Tradições que sobrevivem nos meios rurais.

Sem comentários: