Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2009

Semana da Coruja-das-torres: 22 a 29 de Setembro de 2009


22 de Setembro de 2009, 3ª feira:

11h00 - 12h00: Oficina de Educação Ambiental na escola EB de Freches (Trancoso)

14h00 - 15h30: Oficina de Educação Ambiental no Jardim de Infância de Tamanhos (Trancoso)



17h30: Devolução à Natureza de uma coruja-das-torres (Tyto alba), junto ao Jardim de Infância de Tamanhos (Trancoso)

Esta coruja foi recolhida por um particular em Tamanhos, após ter caído do ninho, no dia 8 de Julho de 2009. Foi entregue ao SEPNA-GNR de Pinhel e encaminhada para o CERVAS onde sofreu o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que crescesse e ganhasse o peso adequado, passagem pelo 1º processo de muda de penas, contacto com aves adultas da mesma espécie de modo a aprender os comportamentos próprios e treinos de voo e caça.


Esta acção contou com a presença das crianças, educadora e auxiliares do Jardim de Infância de Tamanhos e de vários populares, entre eles os responsáveis pela recolha desta ave, num total de cerca de 20 pessoas. A coruja foi baptizada com o nome "Bola de Algodão".


19h00: Devolução à Natureza de uma coruja-das-torres (Tyto alba), junto à Casa da Lousa - Aldeia da Capela (Trancoso)

Esta coruja foi recolhida por um particular na Aldeia da Capela, após ter caído do ninho, no dia 12 de Junho de 2009. Foi entregue ao SEPNA-GNR de Pinhel e encaminhada para o CERVAS onde sofreu o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que crescesse e ganhasse o peso adequado, passagem pelo 1º processo de muda de penas, contacto com aves adultas da mesma espécie de modo a aprender os comportamentos próprios e treinos de voo e caça.


Esta acção contou com a presença das crianças e professores da Escola EB1 de Freches, pais e encarregados de educação e vários populares, entre eles os responsáveis pela recolha desta ave, num total de cerca de 50 pessoas. A coruja foi baptizada com o nome "Maria Lousa".


24 de Setembro de 2009, 5ª feira:

09h00 - 12h00: Oficina de Educação Ambiental na escola EB de Outeiro de Baixo (Dardavaz, Tondela)



16h30 - 17h30: Oficina de Educação Ambiental na escola EB1 da Caparrosa (Tondela)

17h30: Devolução à Natureza de uma coruja-das-torres (Tyto alba), junto à escola EB1 da Caparrosa (Tondela)

Esta coruja foi recolhida por um particular junto a uma estrada na Caparrosa, no dia 24 de Agosto de 2009. Encontrava-se desnutrida e debilitada e foi entregue ao SEPNA-GNR de Santa Comba Dão e encaminhada para o CERVAS onde sofreu o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que ganhasse o peso adequado, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo e caça.


Esta acção contou com a presença das crianças e professora da Escola EB1 da Caparrosa, pais e encarregados de educação e elementos do SEPNA de Santa Comba Dão, num total de cerca de 25 pessoas. A coruja foi baptizada com o nome "Branquinha".


19h00: Devolução à Natureza de duas corujas-das-torres (Tyto alba), junto à Capela da Sagrada Família - Póvoa da Sardinha (Dardavaz, Tondela)

Estas corujas foram apreendidas pelo SEPNA-GNR de Santa Comba Dão a um particular da Póvoa da Sardinha, por se encontrarem em cativeiro ilegal. Encontravam-se desnutridas e debilitadas e foram encaminhadas para o CERVAS onde sofreram o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que ganhassem o peso adequado, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo e caça.


Esta acção contou com a presença das crianças e professores da Escola EB1 de Outeiro de Baixo, pais e encarregados de educação, vários populares e elementos do SEPNA de Santa Comba Dão, num total de cerca de 15 pessoas. As corujas foram baptizadas de "Faísca" e "Bolinhas".




25 de Setembro de 2009, 6ª feira:

10h45 - 13h20: Palestras na sede do Agrupamento de Escolas de Vieira de Leiria (Marinha Grande)


14h00 - 15h30: Oficina de Educação Ambiental no Jardim de Infância e Escola EB1 da Praia da Vieira (Vieira de Leiria, Marinha Grande)


17h45: Devolução à Natureza de uma coruja-das-torres (Tyto alba), na Praia da Vieira (Eirinhas)

Esta coruja encontrava-se desnutrida e debilitada e foi entregue no CERVAS onde sofreu o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que ganhasse o peso adequado, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo e caça.



Fotografias de Ana Gouveia

Esta acção contou com a presença de várias crianças dos vários estabelecimentos de ensino, professores e educadores, pais e encarregados de educação, e vários populares, num total de cerca de 50 pessoas. A coruja foi baptizada com o nome "Coração Irrequieto".



28 de Setembro de 2009, 2ª feira:

15h30 - 17h30: Oficina de Educação Ambiental na Escola EB1 de Nabais - Gouveia



17h30: Devolução à Natureza de uma coruja-das-torres (Tyto alba), junto à Escola EB1 de Nabais

Esta coruja encontrava-se desnutrida e debilitada e foi entregue no CERVAS onde sofreu o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que ganhasse o peso adequado, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo e caça.


Esta acção contou com a presença das crianças e professores do Jardim de Infância e Escola EB1 de Nabais, pais e encarregados de educação e vários populares, num total de cerca de 25 pessoas. A coruja foi baptizada com o nome "Nabaínha".



29 de Setembro de 2009, 3ª feira:

16h00 - 17h00: Oficina de Educação Ambiental na Escola EB1 de Lagarinhos - Gouveia


17h30: Devolução à Natureza de uma coruja-das-torres (Tyto alba), junto à Escola EB1 de Lagarinhos

Esta coruja encontrava-se desnutrida e debilitada e foi entregue no CERVAS onde sofreu o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que ganhasse o peso adequado, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo e caça.


Esta acção contou com a presença das crianças e professores da Escola EB1 de Lagarinhos, num total de cerca de 15 pessoas. A coruja foi baptizada com o nome "Yakari".

Fim de Semana Europeu de Observação de Aves - 4 de Outubro, Gouveia


*Participação gratuita - Inscrição obrigatória*

DOMINGO, 4 DE OUTUBRO DE 2009

As aves do Noroeste da Serra da Estrela
- Gouveia, Fornos de Algodres e Celorico da Beira.
8:00 - 19:00

Ponto de encontro: 8:00 na Câmara Municipal de Gouveia

Caminhada para observação de aves na região Noroeste da Serra da Estrela onde poderão ser observadas diversas espécies de aves características de zonas de Montanha. Para além da observação da avifauna local ao longo de todo o percurso, pretendemos também com esta actividade dar a conhecer algumas das mais emblemáticas paisagens da região e o seu património cultural.

Recomendações: Para além dos binóculos, essenciais para esta actividade, recomenda-se a todos os participantes o uso de vestuário e calçado confortável para caminhada. Cada participante deverá transportar alimentos e água uma vez que o almoço será no campo.

Guias: Ricardo Brandão e Samuel Duarte

Inscrições e mais informações:
962714492/cervas.pnse@gmail.com

Mais informações em:
www.aldeia.org

Libertação: 21 de Setembro de 2009

21 de Setembro de 2009, 2ª feira

Libertação de dois grifos (Gyps fulvus)
11h30 - Penedo Durão, Freixo de Espada à Cinta
Ponto de encontro: Miradouro do Penedo Durão

Um destes 2 grifos, uma ave ainda juvenil, foi encontrado debilitado no Penedo Durão, no dia 20 de Agosto, e entregue no CERVAS por um Vigilante do PNDI.
O outro, também juvenil, foi encontrado debilitado e desnutrido num campo agrícola em Taveiro (Coimbra), por um particular, no dia 31 de Agosto, e encaminhado para o CERVAS pelo SEPNA de Coimbra. Este local não é um habitat apropriado para esta espécie pelo que esta ave se terá desorientado durante as deslocações em busca de alimento que é comum fazerem após saírem do ninho.
O processo de recuperação de ambas as aves consistiu em alimentação para que adquirissem o peso adequado, contacto com outros abutres e treinos de voo. Encontravam-se então aptas para ser devolvidas à Natureza num local adequado para a espécie.


Esta acção foi realizada com a colaboração da empresa Mota-Engil, Engenharia e Construção, que apadrinhou uma das aves e auxiliou na organização deste evento. Este grifo foi baptizado de "Candal", nome do funcionário mais antigo da empresa, ali presente.
A outra ave foi baptizada de "Jacob" pelos alunos da escola EB23 de Freixo de Espada à Cinta que também participaram nesta acção.

Libertações: 15 e 17 de Setembro de 2009

15 de Setembro de 2009, 3ª feira

Libertação de duas Águias-calçadas (Aquila pennata)
11h30 - Reigada, Figueira de Castelo Rodrigo
Ponto de encontro: Capela de Sto António, Reigada

Uma das aves foi recolhida em Reigada por um particular, ainda cria, após ter caído do ninho. Foi entregue no CERVAS por Vigilantes da Natureza do PNDI , no final de Julho. Aqui sofreu todo o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que crescesse e adquirisse o peso adequado, passagem pelo 1º processo de muda de penas, contacto com aves adultas da mesma espécie e treinos de voo e caça, encontrando-se então apta para ser devolvida à Natureza.
A outra ave foi apreendida em Agosto de 2008 pelo SEPNA por se encontrar em cativeiro ilegal. O processo de recuperação consistiu em alimentação para que adquirisse o peso adequado, passagem por um processo de muda de penas (muito danificadas por ter permanecido em cativeiro), contacto com aves da mesma espécie para que adquirisse os comportamentos apropriados e treinos de voo e caça.



Esta acção foi organizada com a colaboração do PNDI (Parque Natural do Douro Internacional) e da EB1 de Reigada. Contou com a presença de cerca de 40 pessoas: alunos e docente da EB1 e alunos de um curso EFA, entre outros.



17 de Setembro de 2009, 5ª feira

Libertação de uma Águia-calçada (Aquila pennata)
9h30 - Pinhanços, Seia
Ponto de encontro: Aeródromo de Pinhanços

Esta ave foi recolhida por um particular e entregue a um bombeiro em serviço no Aeródromo de Pinhanços, no dia 17 de Agosto de 2009, por se encontrar ferida e incapaz de voar. Foi entregue ao SEPNA de Gouveia e encaminhada para o CERVAS. Aqui verificou-se que apresentava lesões compatíveis com electrocussão, incluindo uma fractura na asa esquerda. Sofreu todo o processo de recuperação que consistiu em resolução desta fractura e lesões associadas, alimentação para que adquirisse o peso adequado, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo e caça, encontrando-se também apta para ser devolvida à Natureza.


Esta acção foi organizada com a colaboração do Aeródromo de Pinhanços e contou com a presença de cerca de 15 bombeiros. Esta águia foi baptizada de "Abrantes", o apelido do bombeiro responsável pela recepção desta ave.



Libertação de uma Águia-calçada (Aquila pennata)
10h30 - Seia
Ponto de encontro: Centro Escolar de Seia

Esta ave foi recolhida pelo SEPNA de Portalegre, em Nisa, no dia 31 de Julho de 2009, após ter caído do ninho. Foi entregue no Parque Natural da Serra de São Mamede e encaminhada para o CERVAS. Aqui sofreu todo o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que crescesse e adquirisse o peso adequado, passagem pelo 1º processo de muda de penas, contacto com aves adultas da mesma espécie e treinos de voo e caça. Encontrava-se agora apta para ser devolvida à Natureza.


Esta acção foi organizada em colaboração com o CISE e com o Centro Escolar de Seia e contou com a presença de cerca de 400 alunos e vários docentes do ensino pré-primário e primário de Seia, representantes do CISE e do SEPNA de Gouveia e agentes da GNR da Escola Segura de Seia. Esta águia foi baptizada de "Patuda", numa alusão às suas grandes "patas" (tratava-se de uma fêmea, geralmente maiores que os machos na maioria das espécies de aves de rapina).



Libertação de duas cegonhas-brancas (Ciconia ciconia)
11h00 - Montemor-o-Velho
Ponto de encontro: Ponte da Barca, Montemor-o-Velho

Uma das cegonhas foi encontrada debilitada numa central da EDP na Figueira da Foz, em Julho, e recolhida pelo SEPNA de Montemor-o-Velho. Foi depois entregue na RNPA e encaminhada para o CERVAS. A outra cegonha foi recolhida em Nisa, também debilitada, pelo SEPNA de Portalegre e entregue no Parque Natural da Serra de São Mamede, que a encaminhou para o nosso centro. Aqui, o processo de recuperação de ambas as aves consistiu em alimentação para que adquirissem o peso adequado, contacto com outras cegonhas e treinos de voo. Encontravam-se então aptas para ser devolvidas à Natureza num local adequado para a espécie.

Esta acção foi realizada com a colaboração da Reserva Natural do Paúl da Arzila (RNPA).

ESTÁGIO – MEDICINA VETERINÁRIA (não remunerado) 2009-2010

Este estágio não remunerado tem um carácter essencialmente formativo. No entanto, poderá haver possibilidade de evolução para um estágio profissional dependendo dos resultados obtidos.


Durante o estágio no CERVAS serão desenvolvidos os seguintes trabalhos:

- Apoio à recepção, diagnóstico e tratamento de animais selvagens em recuperação.

- Apoio à realização de necrópsias.

- Apoio à organização e gestão de informação e material biológico.

- Apoio à preparação de protocolos e manuais clínicos.

- Apoio à coordenação do Programa Antídoto – Portugal.

- Apoio aos trabalhos de manutenção do centro (preparação de alimentação de animais, limpeza e trabalhos diversos nas instalações).

- Colaboração noutros trabalhos do centro (acções de educação ambiental, saídas de campo, acções de formação e outros projectos).

- Desenvolvimento de um projecto individual numa área temática a definir.


DURAÇÃO MÍNIMA RECOMENDADA: 6 meses.
PERÍODO: INDIFERENTELOCAL DE TRABALHO: Gouveia (instalações do CERVAS).
FORMAÇÃO: Medicina Veterinária.
REQUISITOS (RECOMENDADOS): Conhecimentos básicos de identificação de fauna selvagem e de informática. Interesse em Medicina, Biologia e Ecologia de Animais Selvagens. Viatura própria, computador portátil.


Os interessados, deverão enviar um CV para o endereço: cervas.pnse@gmail.com.
Serão realizadas entrevistas para selecção dos candidatos, após apreciação dos CV´s.


Para mais informações, contactar:

Tel: 919457984 / 962714492

Correio electrónico: cervas.pnse@gmail.com

Libertações: 9 e 10 de Setembro de 2009

9 de Setembro de 2009, 4ª feira
Libertação de uma Águia-calçada (Aquila pennata)
16h30 - CERVAS, Gouveia

Esta ave foi recolhida ainda cria, após ter caído do ninho, e entregue no CERVAS. Aqui sofreu todo o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que crescesse e adquirisse o peso adequado, passagem pelo 1º processo de muda de penas, contacto com aves adultas da mesma espécie e treinos de voo e caça, encontrando-se agora apta para ser devolvida à Natureza.


Este evento foi desenvolvido em colaboração com a Câmara Municipal de Gouveia e inserido na recepção aos professores do Município de Gouveia para o inicio do ano-lectivo. Contou com a presença de cerca de 80 professores e de vários representantes da Câmara Municipal, inclusivamente do Presidente Álvaro Amaro, a quem foi atribuída a oportunidade de libertar esta ave, baptizada de "Estrela". Esta acção incluiu ainda uma visita guiada ao Parque Ecológico de Gouveia e ao CERVAS.



10 de Setembro de 2009, 5ª feira
Libertação de uma Águia-calçada (Aquila pennata)
14h15 - Quinta da Cerca, Nelas

Esta ave foi recolhida por um particular no dia 31 de Agosto junto a uma mata onde deflagrava um incêndio. Foi entregue ao SEPNA de Mangualde e encaminhada para o CERVAS. Não apresentava quaisquer lesões, encontrando-se apenas um pouco debilitada, e aqui sofreu todo o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que adquirisse o peso adequado, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo, encontrando-se agora apta para ser devolvida à Natureza.

Fotografia: EcoClube do Dão


Esta acção foi organizada com a colaboração da Câmara Municipal de Nelas e contou com a presença de elementos do SEPNA de Mangualde, da Protecção Civil, veterinário municipal e membros do EcoClube do Dão. Esta ave foi libertada por 2 voluntários do CERVAS e por um jovem membro do EcoClube.

Libertações: 3 e 4 de Setembro de 2009

3 de Setembro de 2009, 5ª feira
Libertação de três grifos (Gyps fulvus)
10h30, Almofala - Figueira de Castelo Rodrigo
Ponto de encontro: Santuário Sto André das Arribas, Almofala

Estas aves foram recolhidas pela equipa do SEPNA de Vilar Formoso em Lagoaça, pela GNR de Seia na Folhadosa e por Vigilantes da Natureza do PNDI em Bemposta, por se encontrarem debilitadas e desnutridas, e encaminhadas para o CERVAS. Aqui sofreram todo o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que adquirissem o peso adequado, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo.

Esta acção contou com a presença de cerca de 10 Bombeiros Voluntários de Figueira de Castelo Rodrigo, dos Vigilantes da Natureza do PNDI e elementos do SEPNA de Vilar Formoso.


4 de Setembro de 2009, 6ª feira
Libertação de um Gavião (Accipiter nisus)
9h30, Tourais - Seia
Ponto de encontro: Junta de Freguesia de Tourais

Esta ave foi recolhida por um particular, após ter caído do ninho, e foi entregue no CERVAS pelo mesmo. Aqui sofreu todo o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que crescesse e adquirisse o peso adequado, passagem pelo 1º processo de muda de penas, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo e caça.

Esta acção contou com a presença de alguns populares, incluindo o responsável pela recolha e padrinho deste jovem gavião, baptizado de "Elisabete" no momento da libertação.


Libertação de um Gavião (Accipiter nisus)
11h00, Nogueira do Cravo - Oliveira do Hospital
Ponto de encontro: Quartel dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital

Esta ave foi recolhida por elementos dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital, após ter caído do ninho, e foi encaminhada para o CERVAS pela equipa do SEPNA da Lousã. Aqui sofreu todo o processo de recuperação que consistiu em alimentação para que crescesse e adquirisse o peso adequado, passagem pelo 1º processo de muda de penas, contacto com aves adultas da mesma espécie e treinos de voo e caça.

Esta acção contou com a presença de cerca de 20 membros da Associação Arcial, do Veterinário Municipal e do Bombeiro responsável pela recolha desta ave, que foi baptizada de "Sasha".


Libertação de uma Águia-calçada (Aquila pennata)
15h00, Valhelhas - Guarda
Ponto de encontro: Praia fluvial de Valhelhas


Este evento foi desenvolvido em colaboração com a Câmara Municipal da Guarda, no seguimento da atribuição do galardão de Bandeira Azul às Praias Fluviais do Concelho da Guarda e que prevê a realização de várias acções de Educação Ambiental. Com a actividade “Vamos ajudar a vida selvagem”, pretendeu-se sensibilizar os participantes para a problemática da conservação e gestão das populações de animais selvagens, através da libertação de uma ave selvagem recuperada.

Esta acção contou com a presença de cerca de 30 pessoas e de representantes da Câmara Municipal da Guarda. A ave foi baptizada de "Vallecullia", o nome primordial de Valhelhas.