Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2018

O CERVAS participou na Romaria Cultural 2018 em Gouveia


Entre 27 e 29 de Julho de 2018 decorreu em Gouveia mais uma edição da Romaria Cultural e o CERVAS, tal como em anos anteriores, colaborou abrindo as portas da Casa da Torre e dinamizando diversas actividades.



Durante três dias este evento trouxe às ruas de Gouveia uma grande variedade de actividades para todas as idades, desde teatro e dança a concertos de vários estilos, e, obviamente, actividades relacionadas com a Natureza.




Uma das actividades promovidas pelo CERVAS consistiu na apresentação da Exposição de Fotografia: Aves de Rapina Nocturnas em Portugal, um excelente trabalho colectivo de fotógrafos da Natureza portugueses que se encontra em percurso itinerante pelo país e que foi criada no âmbito do projecto STRI.





Foram também realizadas devoluções à Natureza de animais recuperados no CERVAS com os participantes no evento, de uma coruja-do-mato (Strix aluco) na Mata da Cerca e de um andorinhão-pálido (Apus pallidus) no Mirante do Paixotão.










No final do evento, na já "tradicional" devolução à Natureza de encerramento da Romaria junto à Capela do Senhor do Calvário, os participantes tiveram a oportunidade de fazer regressar aos céus um milhafre-preto (Milvus migrans) juvenil.





O CERVAS agradece mais uma vez a todos os jovens de Gouveia que continuam a manter viva a Romaria Cultural, um importante evento para toda a região, e continua disponível para colaborar nas futuras edições!

Devolução à Natureza de 1 coruja-das-torres em Moimenta da Serra.


No dia 26 de Julho de 2018 foi devolvida à Natureza uma coruja-das-torres (Tyto alba) em Moimenta da Serra, Gouveia.



Esta ave tinha sido encontrada dentro de água e resgatada por particulares que a encaminharam para o CERVAS através do ICNF.



O processo de recuperação foi rápido e consistiu em recuperação do estado da plumagem, alimentação e treino de voo.



A devolução à Natureza decorreu durante uma festa de aniversário num local onde a espécie ocorre.


Devolução à Natureza de 1 águia-calçada no Parque Natural da Serra da Estrela.


No dia 25 de Julho de 2018 foi devolvida à Natureza uma águia-calçada (Aquila pennata) em Aldeias, Gouveia, no Parque Natural da Serra da Estrela.



Esta acção foi realizada com crianças e jovens de campos de férias de Gouveia (GAF) e Nelas, no início de uma actividade que desenvolveram na área protegida.



Esta ave de rapina diurna migratória tinha sido entregue pelo SEPNA/GNR de Viseu e esteve em recuperação no CERVAS após ter ingressado muito debilitada por ter entrado num edifício em obras de onde não terá conseguido sair.



O processo de recuperação consistiu em alimentação e treino de voo em contacto com outras aves de rapina e a devolução à Natureza decorreu numa zona onde a espécie ocorre regularmente.



Devolução à Natureza de 1 milhafre-preto com o Serra Summer Camp


No dia 24 de Julho de 2018 o CERVAS recebeu a visita das crianças e respectivas mães que estão a participar no Serra Summer Camp.



Após a visita às instalações com o objectivo de dar a conhecer o trabalho do centro e as espécies que ingressam habitualmente, foi devolvido à Natureza um milhafre-preto (Milvus migrans) adulto que tinha sido atropelado por um veículo.



O CERVAS agradece ao Serra Summer Camp pelo interesse e pelo apoio ao trabalho do centro e está disponível para futuras iniciativas em parceria.


Devolução à Natureza de uma coruja-do-mato na Mata da Cerca, em Gouveia


No dia 21 de Julho de 2018 foi devolvida à Natureza uma coruja-do-mato (Strix aluco) na Mata da Cerca em Gouveia.



Esta ave tinha ingressado no CERVAS quando ainda era uma pequena cria após ter sido recolhida no chão, numa zona urbana.



A devolução à Natureza foi realizada com padrinhos e madrinhas da Mealhada que vieram visitar o centro e conhecer a região, e quem o CERVAS agradece toda a ajuda e colaboração que têm prestado.



A Santa Casa da Misericórdia de Seia visitou o CERVAS


Nos dias 16 e 17 de Julho de 2018 o CERVAS recebeu a visita de utentes e funcionários da Santa Casa da Misericórdia de Seia.




Em ambos os dias os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer as instalações do centro e algumas das espécies que ingressam com maior frequência e no final foram devolvidos à Natureza um gavião (Accipiter nisus) e uma gralha-preta (Corvus corone) que estiveram em recuperação.




O CERVAS agradece á Santa Casa da Misericórdia de Seia pelo interesse e apoio ao trabalho do centro e está disponível para futuras actividades em parceria.