Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2014

Devolução à Natureza de 1 mocho-galego em Quintela, Seia.


No dia 30 de Dezembro de 2014 foi devolvido à Natureza um mocho-galego (Athene noctua) em Quintela, Seia.


Esta ave tinha sido encontrado dentro de uma habitação a voar contra o vidro de uma janela e foi entregue ao SEPNA/GNR de Gouveia que o entregou ao cuidado do CERVAS.


No momento do ingresso no centro verificou-se que o mocho não apresentava lesões mas estava magro e apático.


O processo de recuperação foi simples e rápido e consistiu em alimentação seguida de treino de voo e caça em contacto directo com outros mochos-galegos.


O mocho foi devolvido à Natureza a poucos metros do local onde tinha sido encontrado, junto a zonas agrícolas com olival.


Jovens do projecto Quero Saber + visitaram o CERVAS e a Casa da Torre


No dia 30 de Dezembro de 2014 jovens e professoras de Tortosendo, Covilhã, que estão envolvidos no projecto Quero Saber +, no âmbito do Programa Escolhas, visitaram Gouveia para conhecer o trabalho do CERVAS e as exposições da Casa da Torre.


A primeira parte da visita permitiu apresentar o trabalho do centro, as causas de ingresso e o tipo de animais com que o CERVAS trabalha.


De seguida os visitantes ficaram a conhecer um pouco melhor as características de algumas espécies autóctones protegidas que existem na região, com destaque para aquelas que muitas vezes são mal compreendidas e nalguns casos perseguidas pelo homem.


Foi também reforçada a importância do Parque Natural da Serra da Estrela, das espécies que existem nesta área protegidas e os respectivos problemas actuais de conservação.


No final da manhã foi realizada uma visita às instalações do CERVAS com o objectivo de divulgar o que se deve fazer quando se encontra um animal selvagem ferido e quais são as áreas de trabalho do centro.



Por fim, após almoço de campo no Curral do Negro foi devolvido à Natureza um açor (Accipiter gentilis) que estava em recuperação no centro.


O CERVAS agradece muito o interesse e entusiasmo de todos os jovens e professoras e está interessado e disponível para futuras acções em parceria.

Devolução à Natureza de 1 açor no Curral do Negro em Gouveia


No dia 30 de Dezembro de 2014 foi devolvido à Natureza um açor (Accipiter gentilis) no Curral do Negro em Gouveia.


Esta acção foi realizada com jovens e professoras do projecto Quero Saber Mais / Programa Escolhas de Tortosendo, Covilhã, que estavam em passeio pelo Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE) e que em Gouveia visitaram o CERVAS e a Casa da Torre.


O açor tinha ingressado no centro no Verão com feridas no cotovelo de uma das asas devido a um trauma violento, provavelmente causado por atropelamento.


O processo de recuperação consistiu em tratamento das feridas, seguido de fisioterapia e finalmente treino de voo em contacto com outras aves de rapina diurnas.


A devolução à Natureza teve lugar na excelente área florestal do Curral do Negro, dentro dos limites do PNSE.


Devolução à Natureza de 2 mochos-galegos em Currelos, Carregal do Sal.


No dia 26 de Dezembro de 2014 foram devolvidos à Natureza 2 mochos-galegos (Athene noctua) em Currelos, Carregal do Sal.


Estas aves tinham sido encontradas em dois locais diferentes da mesma aldeia, mas em situações bastante diferentes e entregues ao SEPNA/GNR de Santa Comba Dão pelas pessoas que os recolheram.


Um dos mochos tinha colidido contra uma viatura, apresentava hemorragias num dos olhos e hematoma no ouvido do mesmo lado, e estava apático e debilitado no momento do ingresso no CERVAS.


O outro tinha sido encontrado dentro de uma habitação para onde teria entrado acidentalmente e não apresentava lesões.


Após a fase inicial de estabilização e recuperação de lesões, no caso da primeira ave, o processo de recuperação de ambos foi semelhante e consistiu em treino de voo e caça em contacto com outros mochos-galegos.


A devolução à Natureza foi realizada numa zona agrícola, com olival, junto a zonas florestais, no mesmo local onde o segundo mocho tinha sido recolhido.


Boas Festas!


Devolução à Natureza de 1 coruja-do-mato em Pena Verde, Aguiar da Beira


No dia 22 de Dezembro de 2014 foi devolvida à Natureza uma coruja-do-mato (Strix aluco) em Pena Verde, concelho de Aguiar da Beira.


Esta ave de rapina nocturnas tinha sido encontrada por habitantes locais, no meio de uma estrada, provavelmente após ter sido atropelada.


A ave foi entregue no posto da GNR de Aguiar da Beira e daí encaminhada para o CERVAS através do SEPNA/GNR de Gouveia.


No momento do ingresso verificou-se que a ave estava prostrada, com descoordenação motora e com feridas numa das asas, lesões oculares e hematoma num dos ouvidos.


O processo de recuperação consistiu em estabilização e alimentação, tratamento das lesões e posteriomente treino de voo e caça em contacto com outras aves da mesma espécie.


A devolução à Natureza foi realizada ao final da tarde numa zona florestal a poucos metros do local onde a ave tinha sido encontrada.

Devolução à Natureza de 1 coruja-do-mato no Mercadinho de Natal em Gouveia


No dia 20 de Dezembro de 2014 o CERVAS participou no Mercadinho de Natal em Gouveia.


Este evento foi promovido pelo Município de Gouveia e permitiu a diversas pessoas e entidades locais a divulgação e venda dos seus produtos na Praça de S. Pedro, bem no centro da cidade.


Apesar do frio a população local e vários turistas aderiram à iniciativa, fazendo assim as suas compras de Natal e participando nas diversas actividades desenvolvidas, desde animação musical a pequenos workshops.


Após o evento, foi devolvida à Natureza uma coruja-do-mato (Strix aluco) que estava em recuperação no CERVAS.


Esta acção decorreu na mata da Cerca, e contou com a participação de alguns habitantes locais e um grupo da secção de judo da Associação Educativa e Recreativa de Góis, que estava de visita a Gouveia e que também teve a oportunidade de visitar as exposições da Casa da Torre.




Esta coruja tinha ingressado no CERVAS em 2013 após ter sido atropelada e apresentava uma fractura do úmero de uma das asas, devido ao trauma violento que sofreu.


O processo de recuperação consistiu em imobilização da asa afectada e posteriormente treino de voo e caça em contacto com outras aves da mesma espécie, realizando em simultâneo a muda de penas de voo.


A devolução à Natureza realizou-se ao final da tarde numa zona florestal que reúne as condições necessárias para a espécie.


 O CERVAS agradece ao Município a possibilidade de participação no Mercadinho e ao grupo de judo de Góis pelo interesse e apoio ao trabalho do centro.

18ª edição do Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres decorreu em Gouveia e Seia


Entre 5 e 8 de Dezembro de 2014 decorreu em Gouveia e Seia a 18ª edição do Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres.



Durante os primeiros dois dias o evento teve lugar na Casa da Torre, em Gouveia, o que permitiu aos cerca de 60 participantes conhecerem as exposições que estão disponíveis nesse espaço, sobre o trabalho do CERVAS, a fauna selvagem da região e ainda a de fotografia de aves selvagens, "Viver para Voar", de Thijs Valkenburg.



Durante o dia de Sábado, para além das sessões teóricas sobre principios básicos, instalações, captura e manipulação e exame físico, decorreu uma visita ao CERVAS durante a qual os participantes puderam conhecer as instalações do centro e assistir à devolução à Natureza de 2 mochos-galegos (Athene noctua).



No terceiro dia, tal como nos anos anteriores, o workshop deslocou-se para Seia, e decorreu nas excelentes instalações do Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE). Aqui, para além de executarem a componente prática do curso, os participantes ficaram a conhecer um pouco melhor a rica biodiversidade da Serra da Estrela através de uma visita guiada pelo biólogo do CISE, José Conde, a quem o CERVAS agradece mais uma vez a colaboração e apoio.



Devido ao elevado número de participantes foi necessário prolongar o curso por mais um dia do que é habitual e por isso, na segunda-feira, decorreu uma nova sessão prática, desta vez já de novo nas instalações do CERVAS, com o grupo que veio da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, a quem agradecemos a disponibilidade para esta alteração de dia.


Para além do teino de diversas técnicas estes participantes tiveram ainda actividades adicionais como uma mini-sessão de introdução à observação de aves e a devolução à Natureza de um melro-preto (Turdus merula) que estava em recuperação no CERVAS.



O CERVAS agradece a todos os participantes pelo interesse e apoio ao trabalho do centro bem como ao Município de Seia  / CISE pela cedência de instalações e ao Município de Gouveia / Posto de Turismo pela cedência de material.