Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2021

Devolução à Natureza de 6 mochos-d´orelhas

 

Em Agosto e Setembro de 2021 foram devolvidos à Natureza 6 mochos-d´orelhas (Otus scops).




Todos os indivíduos eram juvenis que tinham ingressados quando ainda eram crias após saída precoce dos ninhos, tendo sido quase todos encontrados no chão, com a excepção de um que estava dentro de um recipiente com água.



A recuperação consistiu em alimentação adequada, treino de voo e socialização com outras aves da mesma espécie.



As devoluções à Natureza decorreram em zonas florestais onde esta ave de rapina nocturna migratória ocorre regularmente.



Devolução à Natureza de 3 águias-calçadas

 

Entre Junho e Setembro de 2021 foram devolvidas à Natureza 3 águias-calçadas (Aquila pennata).




Uma destas aves era adulta e tinha ingressado no CERVAS depois de um acidente de colisão com uma linha eléctrica. As outras duas eram juvenis que ingressaram debilitadas, após saída precoce dos seus ninhos.



O processo de recuperação da ave adulta consistiu em imobilização da asa que apresentava uma fractura resultante da colisão e no caso das aves juvenis, apenas alimentação adequada e socialização. No final dos processos, houve um período de treino de voo e musculação.



Os locais das devoluções à Natureza foram Gouveia, após visitas guiadas às instalações do CERVAS, e em Viseu, numa acção de sensibilização promovida pelo SEPNA/GNR de Viseu.


Devolução à Natureza de uma águia-cobreira em Sortelha, Sabugal

 

No dia 26 de Agosto de 2021 foi devolvida à Natureza uma águia-cobreira (Circaetus gallicus) que tinha sido encontrada dentro de um poço na aldeia de Quarta-feira, no concelho do Sabugal. As pesssoas que encontraram a águia conseguiram retirá-la do local onde tinha ficado acidentalmente presa e de onde não conseguiria sair se não tivesse sido salva.


Foto: Município do Sabugal

De imediato, foi contactado o Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da Guarda Nacional Republicana (GNR) da Guarda, que realizou o transporte para o CERVAS. Após um exame inicial verificou-se que a ave estava debilitada e apática - devido ao stress e cansaço - , magra e molhada. Devido às tentativas de sair do poço, apresentava também algumas feridas nos pulsos de ambas as asas mas sem gravidade.

Foto: Município do Sabugal

O processo de recuperação consistiu em tratamento das feridas, alimentação adequada (com cobras que anteriormente tinham sido encontradas mortas e recolhidas precisamente para serem utilizadas em casos de recuperação de águias-cobreiras) e, finalmente, treino de voo e musculação.


A devolução à Natureza decorreu em Sortelha, num local elevado próximo ao Vale de Quarta-feira onde a ave tinha sido recolhida, numa acção de sensibilização promovida pelo Município do Sabugal, com quem o CERVAS tem um protocolo de colaboração desde 2021 no sentido de desenvolver o turismo ornitológico e educação ambiental no concelho. A águia-cobreira foi libertada pelo casal que a tinha salvo, com a colaboração de um representante do Município do Sabugal.


Devolução à Natureza de um bufo-pequeno em Viseu


No dia 29 de Julho de 2021 foi devolvido à Natureza um bufo-pequeno (Asio otus) em Bodiosa, no concelho de Viseu. Este indivíduo tinha sido encontrado por habitantes locais dentro da aldeia, provalvelmente após colisão com alguma estrutura.



A recolha e transporte da ave até ao CERVAS foi efectuada pela equipa do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Viseu, e foi possível verificar no exame inicial no centro que o bufo apresentava problemas neurológicos – desequilíbrio e descoordenação motora – compatíveis com um acidente traumático.

O processo de recuperação consistiu em tratamento da sintomatologia neurológica, repouso e alimentação adequada, ao que se seguiu um período de treino em instalações exteriores, em conjunto com outras duas aves (irrecuperáveis) da mesma espécie.


A devolução à Natureza decorreu numa zona florestal próxima da aldeia onde o bufo-pequeno tinha sido encontrado.


Devolução à Natureza de 4 gaviões

 

Entre 25 de Junho e 19 de Agosto de 2021 foram devolvidos à Natureza 4 gaviões (Accipiter nisus).



Uma das aves era adulta e tinha colidido contra uma janela numa zona urbana e os outros três eram juvenis que tinham sido encontrados no chão após o corte da árvore onde estariam no ninho. Ambas as situações são ingressos típicos nesta espécie.




O indivíduo adulto apenas tinha sintomas neurológicos ligeiros e por isso a recuperação foi rápida mas no caso dos juvenis foi necessário aguardar algumas semanas para que as aves completassem o processo de desenvolvimento da plumagem, ao que se seguiu um período de treino de voo.



As acções de devolução à Natureza decorreram em Gouveia em Coimbra, após visitas ao CERVAS e durante uma actividade com um campo de férias promovido pela Vitamina Natureza, em Coimbra, a quem agradecemos mais este convite e colaboração. 




Devolução à Natureza de 2 cágados-mediterrânicos

 

A 19 de Maio e 3 de Setembro de 2021 foram devolvidos à Natureza 2 cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa).


Ambos os animais tinham sido encontrados por particulares junto a estradas e entregues ao SEPNA/GNR que fez o transporte e entrega no CERVAS.


A causa de ingresso dos dois cágados foi atropelamento, sendo que num dos casos a recuperação foi mais prolongada devido a fracturas na carapaça.


As acções de devolução à Natureza decorreram numa lagoa, num dos casos, e no rio Mondego, no outro, em zonas onde a espécie ocorre.


Devolução à Natureza de 18 corujas-do-mato

Entre Março e Agosto de 2021 foram devolvidas à Natureza 18 corujas-do-mato (Strix aluco).





Estas acções decorreram em vários locais da regiáo centro, nomeadamente nos concelho de Gouveia, Seia, Vouzela, São Pedro do Sul, Viseu e Nelas.




Estas acções foram organizadas em parceria com diversas pessoas e entidades, sendo de destacar o SEPNA/GNR (Viseu, Gouveia, Guarda), Romaria Cultural, Município de Gouveia, Município de Nelas, Escola Básica de Vila Nova de Tazem, Escola Evaristo Nogueira, Parque de Campismo do Curral do Negro, CUIDA - Fauna e Flora de Lafões, entre outros.




Algumas das libertações decorreram no final de algumas visitas ao CERVAS, principalmente durante os meses de Verão, com famílias e outros grupos (portugueses e estrangeiros) que têm demonstrado grande interesse em conhecer e apoiar o trabalho do centro.





É de referir ainda que algumas acções foram realizadas com alguns músicos que deram concertos em Gouveia, como é o caso dos Sensible Soccers, Os Azeitonas, Dino D´Santiago, Lena D´Água, a quem o CERVAS agradece o grande interesse e disponibilidade domonstrada, bem como aos promotores dos eventos, nomeadamente Município de Gouveia e Romaria Cultural.






Todas as acções decorreram próximo de zonas florestais onde a espécie ocorre e que reuniam as condições adequadas para o regresso à Natureza destas corujas-do-mato, maioritariamente juvenis que ingressaram após queda do ninho mas também alguns adultos que sofreram atropelamentos ou colisões contra estruturas.