Mensagens

Devolução à Natureza de 4 águias-calçadas

 

Entre 28 de Maio e 26 de Agosto de 2020 foram devolvidas à Natureza 4 águias-calçadas (Aquila pennata).





Estas aves tinham ingressado devido a diferentes situações, nomeadamente debilidade/desnutrição, queda do ninho e colisão contra estruturas.




As devoluções à Natureza decorreram em locais onde a espécie ocorre, durante visitas ao CERVAS e/ou em actividades com os padrinhos e madrinhas das aves.






Devolução à Natureza de 18 ouriços-cacheiros

 

Entre 18 de Junho e 26 de Agosto de 2020 foram devolvidos à Natureza 18 ouriços-cacheiros (Erinaceus europaeus).




Estes animais eram quase todos crias que tinham ingressado entre 14 de Abril e 24 de Junho, recolhidas após a morte dos progenitores, destruição (involuntária) de tocas e predação por cães.




Houve também casos de adultos que tinham sido atropelados ou sofrido outro tipo de acidentes com máquinas de corte de relva e ferramentas agrícolas.




Todos os processos de recuperação foram realizados com o mínimo de contacto possível com humanos e as devoluções à Natureza tiveram lugar em locais onde a espécie ocorre e em habitat adequado, ao final da tarde.




Devolução à Natureza de 9 milhafres-pretos


Entre 8 de Julho e 2 de Agosto de 2020 foram devolvidos à Natureza 9 milhafres-pretos (Milvus migrans).




As diferentes acções decorreram em Coimbra, Ovar e Gouveia, na presença de padrinhos e madrinhas e outros participantes em diferentes eventos.





A maior parte dos milhafres eram indivíduos jovens que tinham caído do ninho mas também foi libertado um adulto que tinha sido atropelado e um imaturo que tinha sido resgatado de uma situação de cativeiro ilegal no ano anterior.





O CERVAS agradece às diferentes entidades que colaboraram na dinamização das acções, nomeadamente a Associação Juvenil Amigos do Cáster, Grupo Aprender em Festa (GAF) / Ecocidadania e Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a todos os particulares envolvidos.








Devolução à Natureza de 1 cegonha-branca em Gouveia


No dia 13 de Março de 2020 foi devolvida à Natureza uma cegonha-branca (Ciconia ciconia) na Escola Básica de Gouveia.


Esta ave tinha sido encontrada num bairro da zona baixa de Gouveia no dia 21 de Fevereiro de 2020 e, de imediato, alguns habitantes locais, incluindo professores e alunos da escola, contactaram o CERVAS e o SEPNA/GNR de Gouveia.


No momento do ingresso verificou-se que a ave apresentava lesões compatíveis com electrocussão mas, como todo o processo de recolha e tratamento foi rápido, foi possível recuperar a cegonha em três semanas, a tempo de continuar a sua migração.



O CERVAS agradece a todas as pessoas e entidades que contactaram o centro no dia da recolha da cegonha e que foram importantes para que todo o processo de recuperação fosse rápido e com sucesso.



Saídas de campo para observação de aves com crianças das escolas de Gouveia


Nos dias 10 e 12 de Março de 2020 o CERVAS e o Grupo Aprender em Festa (GAF) / Projecto Ecocidadania desenvolveram três actividades de observação de aves com crianças das Escolas Básicas de Gouveia e Vila Nova de Tazem.




Estas actividades foram realizadas na sequência de sessões teóricas que já tinha decorrido anteriormente com todas as turmas do 5º ano dedicadas ao tema da Biodiversidade de Gouveia.




O CERVAS agradecem a todas as professoras e professores, crianças e direcção do Agrupamento de Escolas de Gouveia pelo interesse e empenho e continuam disponíveis para futuras acções de educação ambiental.