Mensagens

Devolução à Natureza de um tartaranhão-ruivo-dos-pauis na Figueira da Foz


No dia 18 de Junho de 2018 foi devolvido à Natureza um tartaranhão-ruivo-dos-pauis (Circus aeruginosus) na Figueira da Foz, junto ao Núcleo Museológico do Sal (NMS).



Esta ave de rapina diurna muito associada a sapais e pauis com estatuto de conservação Vulnerável em Portugal foi encontrada por técnicos do NMS presa em redes e foi de imediato encaminhada para o CERVAS pelo SEPNA/GNR de Montemor-o-velho e vigilantes da Natureza do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.



No momento do ingresso no centro verificou-se que a ave apresentava lesões numa das asas derivadas do esforço e trauma a tentar libertar-se da rede e o processo de recuperação de cerca de 3 semanas consistiu em tratamento das lesões, treino de voo e musculação em contacto com outras aves de rapina diurnas.



O CERVAS agradece a todas as pessoas e entidades envolvidas na recuperação e encaminhamento da ave e também na organização da acção de devolução à Natureza, realizada a poucos metros do local onde o tartaranhão tinha sido encontrado, na presença de entidades locais e da Escola Básica de Santa Luzia.


II passeio de observação de aves e devolução à Natureza de 1 milhafre-preto em Marmeleira, Mortágua.


No dia 17 de Junho de 2018 decorreu o II passeio de observação de aves em Marmeleira, Mortágua.




Tal como no ano anterior esta actividade foi organizada pelo Raízes e Memórias - Espaço Museológico da Irmânia e contou com a participação de mais de 100 pessoas.




O principal objectivo foi divulgar a prática de observação de aves, permitindo à população local conhecer algumas das espécies existentes na aldeia, tendo sido possível registar 25, com particular destaque para as excelentes observações de aves de rapina como o bútio-vespeiro (Pernis apivorus).




No final da actividade foi devolvido à Natureza um milhafre-preto (Milvus migrans) que tinha estado em recuperação no CERVAS após ter sofrido um atropelamento que lhe provocou alterações neurológicas.




O CERVAS agradece ao Raízes e Memórias pelo convite, em especial ao João Tomás, e está disponível para futuras iniciativas em parceria.





III Workshop de Birdwatching / Observação de Aves em Carregal do Sal


No dia 16 de Junho de 2018 decorreu a III edição do Workshop de Birdwatching / Observação de Aves em Carregal do Sal.



Tal como as edições anteriores esta foi organizada pela Associação Cultural Folias e Tropelias e contou com a colaboração do CERVAS.




Durante a manhã foram visitados diversos locais do concelho de Carregal do Sal, com o objectivo de percorrer vários habitats, tendo sido possível registar 45 espécies de aves.




Durante a actividade foi ainda devolvida à Natureza uma andorinha-dos-beirais (Delichon urbicum) que tinha estado em recuperação no CERVAS.


O CERVAS agradece à Associação Cultural Folias e Tropelias por mais este convite e continua disponível para futuras acções em parceria.


Saída de campo para observação de aves com a Universidade Sénior de Gouveia


No dia 15 de Junho de 2018 o CERVAS e a Universidade Sénior de Gouveia dinamizaram uma saída de campo para iniciação à observação de aves.


Esta acção foi organizada por iniciativa da própria Universidade Sénior, na sequência de uma palestra dedicada ao tema das Aves Nidificantes de Gouveia que tinha sido realizada alguns dias antes.


Durante cerca de 1h foram percorridos alguns habitats agrícolas, florestais e próximos de linhas de água, tendo sido possível registar cerca de 25 espécies de aves.


O CERVAS agradece o convite e está disponível para futuras actividades semelhantes que contribuam para um cada vez maior conhecimento da população local sobre a biodiversidade de Gouveia.


Saída de campo com a EB 2,3 de Vila Nova de Tazem


No dia 15 de Junho de 2018 o CERVAS colaborou com a Escola EB 2,3 de Vila Nova de Tazem para a dinamização de uma saída de campo de interpretação do património natural com as crianças e professoras.



Logo no início da saída, numa zona florestal, os participantes tiveram a oportunidade de devolver à Natureza um esquilo-vermelho (Sciurus vulgaris) que tinha estado em recuperação no CERVAS depois de ter ingressado devido ao corte de uma árvore onde se encontrava o seu ninho.




O tema central da saída eram as Ribeiras de Vila Nova de Tazem e por isso foram visitados alguns locais onde foram abordados temas relacionados com a Biodiversidade mas também com a Qualidade da Água, com a colaboração de uma equipa do SEPNA/GNR de Gouveia.




O CERVAS agradece à Escola EB 2,3 de Vila Nova de Tazem, e em especial à Prof. Helena Babo, por mais este convite e oportunidade de educação ambiental junto da comunidade escolar local e está disponível para futuras iniciativas.

O CERVAS recebeu a visita de estudantes e professores da Escola Secundária Lima-de-Faria de Cantanhede


No dia 14 de Junho de 2018 o CERVAS recebeu a visita de estudantes e professores da Escola Secundária Lima-de-Faria de Cantanhede.



Esta visita, organizada pelos próprios estudantes, teve como objectivo dar a conhecer o trabalho do centro e algumas das espécies de animais selvagens da região, com destaque para as que ocorrem na zona de Cantanhede e principais causas de ingressos dos animais provenientes daquela zona.




Após uma primeira parte nas instalações do CERVAS foram devolvidas à Natureza duas andorinhas-dos-beirais (Delichon urbica), que tinham estado em recuperação no centro, no Mirante do Paixotão, em Gouveia.




Seguidamente, decorreu a visita à Casa da Torre, onde foi possível apresentar as exposições sobre a Fauna Selvagem e Habitats Naturais do Parque Natural da Serra da Estrela, com o objectivo de divulgar a importância desta área protegida.



O CERVAS agradece a visita e está disponível e interessado em futuras acções em parceria com a Escola Secundária Lima-de-Faria.