segunda-feira, 1 de agosto de 2011

27 de Julho de 2011: Devoluções à natureza de mochos-galegos e andorinhão-preto

27 de Julho de 2011, Quarta-feira
16:30 - Devolução à natureza de dois mochos-galegos (Athene noctua) - Igreja Matriz de Aldeia Nova, Almeida
17:30 - Devolução à natureza de dois mochos-galegos
- Escola Secundária Dr. Casimiro Matias, Almeida

Estas quatro aves foram encontr
adas na Escola Secundária Dr. José Casimiro Matias em Almeida ainda crias, tendo caído do ninho antes de estarem aptas a voar. Posteriormente foram encaminhadas para o CERVAS pelo SEPNA-GNR de Vilar Formoso, tendo o processo de recuperação passado por uma alimentação adequada para o normal desenvolvimento físico e da plumagem. Durante a estadia no CERVAS estas aves foram mantidas em contacto com outros indivíduos da mesma espécie, de forma a minimizar a habituação ao Homem, realizando-se também treinos de voo e caça.



Duas das aves foram devolvidas à natureza em Aldeia Nova, Almeida, num local com habitat adequado à espécie. Neste momento estiveram presentes cerca de 20 pessoas, entre a população local e representante da Junta de Freguesia de Aldeia Nova. As aves foram baptizadas de "Bárbara" e "Sereno".




As outras duas das aves foram devolvidas à natureza perto do local onde foram encontradas, na Escola Secundária Dr. José Casimiro Matias, tendo sido baptizadas de "Casimiro" e "Matias".




18:30 - Devolução à natureza de um andorinhão-preto (Apus apus)
Mirante do Paixotão, Gouveia

Este animal terá caído do ninho e foi encontrado na Mealhada por um particular que o entregou na GNR - Mealhada e posteriormente foi encaminhado pelo SEPNA-GNR de Anadia até ao CERVAS. No momento do seu ingresso não apresentava qualquer lesão, pelo que o seu processo de recuperação passou por uma alimentação adequada, fornecida várias vezes ao dia, para que desenvolvesse bem a plumagem e alcançasse uma boa condição corporal.


No momento da devolução à natureza deste andorinhão-preto estiveram presentes cerca de 13 pessoas, entre as quais técnicos, estagiários e voluntários que se encontram neste momento no CERVAS. A devolução à natureza correu como esperado, o animal realizou o seu primeiro voo em liberdade, sendo baptizado de “Zorro”.

Sem comentários: