Devolução à Natureza de uma cobra-rateira em Gouveia


No dia 9 de Maio de 2014 foi devolvida à Natureza uma cobra-rateira (Malpolon monspessulanus) em Gouveia.


Este animal tinha sido apanhado por um particular minutos antes de uma equipa do SEPNA/GNR de Gouveia passar pelo local.


De imediato, o animal foi recolhido pelas autoridades, uma vez que o local apresentava alguns riscos para a cobra por ser dentro do espaço urbano da cidade.


No CERVAS foi efectuado um breve exame físico e recolha de biometrias, e constatou-se que a cobra-rateira estava apta para ser devolvida à Natureza num local considerado seguro.


Sempre que encontrar uma cobra o procedimento mais correcto é afastar-se e deixar que o animal tenha tempo e espaço para seguir o seu caminho.


A maior parte das espécies comuns em Portugal, como é o caso da cobra-rateira, não são perigosas para o homem. No entanto, a manipulação deve ser evitada.


É importante referir também que estes animais são benéficos para o homem por se alimentarem de roedores, insectos e outros animais que podem ser prejudiciais à agricultura.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Espécie do mês de Maio: Cobra-rateira

Devolução à Natureza de 1 coruja-do-mato no Festival Músicas do Bosque

II passeio de observação de aves e devolução à Natureza de 1 milhafre-preto em Marmeleira, Mortágua.

Espécie do mês de Junho: Víbora-cornuda

Devolução à Natureza de 1 gaio na Mata da Cerca com o Club Camões

Espécie do mês de Junho: Ouriço-cacheiro

Devolução à Natureza de um tartaranhão-ruivo-dos-pauis na Figueira da Foz

Espécie do mês de Setembro: Cágado-mediterrânico

Espécie do mês de Setembro: Estorninho-preto